Com que navegador você surfa na rede?

29032012jpg
Visto 10.040 veces

photo credit: oseillo via photopin cc

Os navegadores que utilizamos para aceder à Internet são as autoestradas por onde os dados são transportados. São de tal maneira importantes que a medição das audiências da rede é feita através deles.

No que toca a navegadores, é possível fazer uma comparação clara com o mundo da Fórmula 1. O controlo global é detido por poucos, seja por uma questão de tecnologia, equipe, prestígio, marca, etc. Se imaginarmos um campeonato virtual, diríamos que as grandes equipas que têm a possibilidade de melhorar constantemente os seus modelos competem entre si para alcançar o primeiro lugar na Pole Position, batendo com relativa facilidade os restantes participantes. Até agora, o navegador dominante no pódio do campeonato mundial era o Explorer, da equipe Microsoft, seguido muito de perto por um dos modelos mais recentes, o Chrome, da equipe do seu grande rival, o Google. E, ocupando um estável terceiro, quarto e quinto postos tínhamos o Firefox (Mozilla), o Safari (Apple) e o Opera (da norueguesa Opera Software), respetivamente. Os restantes participantes mantêm-se a uma grande distância e não constituem uma preocupação para estes gigantes.

O que acontece é que em várias das últimas voltas da pista, em concreto aos fins de semana, o usuário pode escolher com mais liberdade o navegador que quer usar. O Google, com o seu modelo Chrome, tem-se aproximado perigosamente do seu imbatível rival, o Explorer. Em algumas curvas, chegou mesmo a ultrapassar o rival e a posicionar-se no primeiro lugar da corrida.

O Chrome chegou a ser o navegador vencedor em circuitos como a Índia, a Rússia e o Brasil. No entanto, a equipe do Google ainda não convence em territórios como a China, Estados Unidos e Alemanha. Porém, foi a ferramenta mais utilizada para aceder aos conteúdos da Internet no passado domingo, dia 18 de março, quando pela primeira vez fui à frente do rival, com um 32,7% dos internautas que optaram por este sistema face a 32,5% de usuários que recorreram ao Explorer. 24,8% escolheram o Firefox como o seu navegador nessa jornada, 7,1% dos usuários escolheram o Safari e o Opera obteve menos de 2%.

Estes dados foram recolhidos pela empresa de análise StatCounter, a empresa que mediu o evento e nos deu este “foto-finish” do mesmo, onde podemos ver como no espaço de um mês o Chrome se aproximou do seu rival nos fins de semana, para perder vantagem novamente durante os dias de trabalho. Ou seja, quando usamos os computadores das nossas empresas, que estão na sua maioria configurados com o Explorer.

Durante o ano de 2011, 41,7% dos usuários da Internet acederam à rede através do Explorer, enquanto 27,6% escolheram o Firefox e o Chrome foi relegado, nessa média anual calculada através dos dados da StatCounter, para o terceiro lugar com 22,5%.

É possível que o Chrome consiga expandir a sua conquista e acabe por se sagrar o campeão do torneio. Mas uma coisa é certa: atualmente, é o preferido do público.

Se você quiser seguir esta competição mais de perto, não deixe de ver esta infografia de Free Style Interactive.

E você? Que navegador usa? O que lhe faz falta no seu? O que faria para o melhorar? Diga-nos tudo aqui e deixe o seu comentário.

Miguel Ángel Corcobado
PRISA Digital

Deixe uma resposta

MENU
Leer entrada anterior
Apps para quadrúpedes

O uso de dispositivos móveis como os tablets e o grande número de que foram criadas para elas são uma...

Cerrar