15 conselhos para domesticar trolls nas redes sociais

geek with the beard and phone

Todos sabemos que um troll é aquele utilizador que se dedica de corpo e alma a criticar todas as publicações, marcas, organismos, pensamentos, tendências ou simples comentários dos outros utilizadores nas redes sociais, nos fóruns ou em qualquer outro lugar da Internet onde possa escrever os seus comentários do contra. Mas será que têm razão ou não passam de arruaceiros? A verdade é que é fácil identificá-los, apesar de não se poder dizer o mesmo quanto às suas intenções, já que por vezes nem sequer reagem por uma causa clara. Mas, se prestarmos atenção a estas recomendações, talvez seja possível conseguir “domesticá-los”.

1.- Identifique o troll e o seu poder

Como é óbvio, enfrentar um troll com poucos seguidores não é o mesmo que enfrentar um influencer. Ao primeiro, devemos eliminá-lo, caso o mereça, mas com o segundo devemos ter cuidado com o que respondemos, para não continuar a alimentar comentários negativos numa esfera de utilizadores maior.

Descubra porque está a criticar o seu trabalho. Perceba se é um perfil que o faz habitualmente ou se é alguém que se aborreceu com algo pontual que tenha escrito. Nunca deixe de ponderar a possibilidade de a pessoa ter razão.

2.- Deve aceitar tudo o que aparecer (a menos que seja spam, claro)

Para estar no universo das redes sociais, é preciso aceitar as regras do jogo. Neste caso, tem de aceitar ou publicar todos os comentários que receber, sejam bons ou mais. É preciso saber encaixar as críticas, portanto, seja honesto e aceite as mensagens que recebe no seu blogue, página de Internet ou canal de YouTube.

3.- Evite o efeito Streisand

Como sabe, a cantora Barbra Streisand tentou censurar determinados conteúdos publicados na Internet sobre a sua casa e obteve o efeito contrário, fazendo com que todo o mundo falasse disso. Por isso, nunca peça ao troll que retire um comentário ou criará uma vítima e fará com que a comunidade toda o acuse de censura.

4.- Mantenha a integridade

Quem já sofreu um ataque dos trolls sabe que estes comentários ou provocações não nos deixam indiferentes. Dizerem-nos algo negativo sobre o nosso trabalho ou, pior ainda, sobre a nossa pessoa, é algo que não nos cai bem. Mas devemos ser firmes na medida do possível e controlar os nossos sentimentos para que o problema não nos afete demasiado e para que o troll não atinja o seu objetivo, que é darmos demasiado valor à sua atitude. Pense que as palavras leva-os o vento ou, neste caso, a Internet.

5.- É melhor a frio

Se o troll atacar em força com um comentário agressivo, o melhor é não responder imediatamente. Perca uns minutos a acalmar-se porque, com a cabeça fria, vemos as coisas de maneira diferente e não cometemos erros dos quais nos arrependemos imediatamente.

6.- Seja positivo

O sentido de humor e as respostas positivas dão sempre bom resultado, uma vez que se o troll vir que nada do que diz o afeta ou magoa, tal como ele pretende, mais tarde ou mais cedo vai-se cansar de o atacar. Além disso, a “boa onda” contribui para aumentar a boa reputação na sua comunidade.

7.- Não alimente o fogo

Como é óbvio, não deve acatar as insinuações negativas do troll, mas também não deve continuar a argumentar com respostas que não levam a lado nenhum. Nem ele vai convencer-nos, nem nós a ele, portanto, devemos pôr um ponto final na conversa o mais depressa possível. Dê respostas muito sintéticas.

geek with the beard and phone

8.- Nunca insulte

Descer ao nível desse tipo de gente não é inteligente. Em vez disso, recorra à ironia. Afinal, será como dar a provar ao troll um pouco do seu veneno, mas de uma maneira mais elegante do que o insulto. Tenha cuidado com a forma como o faz, porque se cair demasiado na ironia, passa a ser o troll. Tente garantir que o que diz não é mal-interpretado e que, apesar de irónico, seja claro. Se o insultarem e ultrapassarem os limites, o melhor é bloquear o seu utilizador e, se a coisa ficar feia, denuncie-o.

9.- NÃO RESPONDAS EM MAIÚSCULAS

Nas redes sociais, escrever em maiúsculas é considerado gritar. SE COMEÇAR A ESCREVER ASSIM, AS PESSOAS VÃO ACHAR QUE ESTÁ FORA DE SI.

10.- Preste atenção à ortografia

E também à redação. Se responder com um comentário bem escrito e sem erros, é como dar um pontapé no traseiro de qualquer troll, sobretudo se o comentário dele for nulo em ortografia. Mas também não utilize a crítica à sua forma de escrever como uma arma de arremesso, porque armar-se em professor sabe-tudo não lhe fica bem. O pedantismo nunca está na moda num fórum da Internet.

11.- Enriqueça a sua resposta

Se além de argumentar com palavras na sua resposta ao troll acrescentar exemplos com ligações, estará a dar a conhecer que tem um amplo domínio do tema e, assim, os restantes utilizadores dar-lhe-ão razão a si e não ao troll.

12.- Responda sempre individualmente

Dar uma resposta comum para várias críticas pode parecer-lhe boa ideia porque poupa tempo, mas pense que todas as pessoas gostam de ser relevantes e que lhes preste atenção com uma resposta direcionada a elas. Limite-se a fazer o que gostaria que lhe fizessem, para que pelo menos não justifique ataques.

13.- Tente ser amável

É bom criar uma certa empatia com a pessoa que o critica. Assim talvez seja possível chegar à verdadeira origem do seu aborrecimento. Mas também não tente tornar-se amigo do troll, isso não vai acontecer. 

14.- Se não tiver razão, peça desculpa

Admitir os erros e pedir desculpa é uma atitude sábia. A honestidade deve estar sempre presente e, além disso, essa postura é moralmente superior à intenção de qualquer troll. 

15.- Aprenda com a experiência

A experiência é sempre a melhor arma. Se o que aplicou anteriormente resultar, encare essa linha de ação como uma pauta ou protocolo de atuação para os próximos ataques de trolls.

Deixe uma resposta

MENU
Leer entrada anterior
Man in hat in a hammock with tablet computer on a summer day
10 leituras (muito) recomendadas para manter-se “inovado”

Já que é época de recomendações de leituras, o nosso blogue não podia fazer por menos. Portanto, aqui vai a...

Cerrar