Três razões para não enviar correio em massa pelo Gmail

MailifyMasivoGmail_850

É um facto que enviar correio em massa é uma maneira genial de nos aproximarmos dos nossos contactos e de promover o nosso negócio ou marca, mas estaremos dispostos a pagar por isso? São muitos os que querem beneficiar das vantagens que o e-mail marketing nos proporciona, mas sem investir um único euro. E, à primeira vista, pode parecer muito inteligente enviar correio em massa aproveitando plataformas como o Gmail, mas a verdade é que de inteligente tem muito pouco.

Para começar, temos de ter consciência de que o recurso a webmails para enviar correio em massa tem muitas limitações. Uma das mais assinaláveis é o facto de os envios massivos que fazemos a partir do Gmail não passarem pelos mesmos processos de autenticação por que passam os e-mails que mandamos através de uma ferramenta de e-mail marketing. E o que significa isso? Que teremos tudo o que é preciso para sermos classificados de spammers.

Partindo do princípio que não queremos ser spammers, vamos analisar as três razões pelas quais enviar correio em massa pelo Gmail é uma péssima ideia.

Razão #1 – Menor percentagem de entregas 

enviar-correos-masivos-mfy

Este é, sem dúvida, o pior pesadelo de qualquer campanha de e-mail marketing. Quando queremos enviar correio em massa, a primeira coisa em que pensamos é na grande quantidade de pessoas que receberão a nossa campanha. A desvantagem de fazê-lo através do Gmail é que a taxa de entregas baixa dramaticamente. A capacidade de entrega é algo essencial no e-mail marketing, mas se o fizermos utilizando o Gmail, temos de ter em conta que este tipo de webmail tem um envio limitado a 250 e-mails. Além disso, um webmail não foi concebido para enviar correio em massa, pelo que provavelmente demoraremos vários dias (se é que conseguimos enviar todos os e-mails) a fazer o nosso envio.

E se ao baixo volume de entregas juntarmos a pouquíssima margem que o Gmail nos dá para a personalização do e-mail, começamos a duvidar que seja assim tão conveniente poupar uns euros em e-mail marketing

Não podemos esquecer a personalização das nossas campanhas, porque com o Gmail não podemos modificar nem os assuntos dos nossos e-mails nem os seus conteúdos. Isso significa que não poderemos criar uma mensagem personalizada com, por exemplo, o nome do destinatário.

Razão #2 – Ausência de estatísticas 

enviar-correos-masivos-mailify

Ninguém na Google se encarregará de estudar o impacto que as nossas campanhas tiveram, isso é certo. Nem esperemos receber qualquer tipo de relatório detalhado sobre as taxas de abertura ou de cliques. Quanto muito, podemos esperar uma ou outra denúncia por spam.

A questão das estatísticas é outra prova em como o Gmail não serve para enviar correio em massa, mas, além disso, lembra-nos a importância que têm as estatísticas sobre as nossas campanhas de e-mail marketing. De que outra forma poderíamos melhorar os nossos planos de ação se não recebêssemos qualquer tipo de feedback? Depois de todo o esforço que requer criar uma campanha de emailing, precisamos de ter, pelo menos, alguns dados que nos digam as coisas que fizemos bem e as que fizemos mal. De facto, é a única forma que temos de saber se estamos a ir pelo bom caminho.

Pelo contrário, se utilizarmos uma ferramenta de e-mail marketing para fazer os nossos envios, esta proporcionar-nos-á relatórios estatísticos de forma automática, para sabermos a todo o momento o impacto que as nossas campanhas têm.

Razão #3 – Má reputação

enviar-correos-masivos-razones

Má não, péssima. Tal como mencionámos anteriormente: ser catalogado como spammer é do pior que pode acontecer numa campanha de e-mail marketing. É muito fácil que isto aconteça, já que com o Gmail não existem tantas medidas de segurança como é o caso das ferramentas de e-mail marketing profissionais.

Fora a questão do spam, a má reputação pode surgir também como consequência da má gestão por parte dos webmails das baixas e rejeições da nossa lista de contactos. Assim sendo, além de termos má reputação, teremos uma base de dados de muito má qualidade, uma vez que teremos endereços que não querem receber os nossos e-mails. Uma das vantagens que oferecem as ferramentas de e-mail marketing é a gestão automática de todos os contactos que temos na nossa base de dados. Há certas aplicações que nos permitem importar as nossas próprias listas de contactos e otimizá-las para que sejam automaticamente eliminados os endereços repetidos, assim como as devoluções e os endereços que cancelaram os nossos envios.

Continua a achar que é boa ideia fazer emailing com o Gmail? Se, mesmo depois de termos apresentado todos os inconvenientes que o Gmail representa para o emailing, continua a sentir-se cético, lembre-se que o e-mail marketing é a ferramenta que tem o melhor retorno a nível de investimento e o canal de publicidade mais económico de todos.

Lembre-se que a maioria das ferramentas de e-mail marketing oferecem períodos de experiência, portanto, tente fazer uma campanha e veja por si mesmo como trabalha muito melhor.


Júlia Viscarri 
Mailify España

Deixe uma resposta

MENU
Leer entrada anterior
O que faz com que uma página de Internet se torne lixo?

Já falámos neste blogue, noutras ocasiões, sobre a experiência de utilizador (UX, User Experience), algo que tem uma grande influência...

Cerrar