Como o e-mail marketing pode ajudá-lo a facer autopromoção profissional

emailMarketingMarcaPersonal
Visto 5.841 veces

A tecnologia mudou a vida de todos nós, disso não há dúvida. O que dantes era “ligar para o restaurante chinês” para encomendar o jantar de sexta à noite tornou-se um processo que realizamos a partir de uma aplicação no telemóvel. O e-mail marketing é um canal de comunicação importante que também se aliou às novas tecnologias como forma de autopromoção profissional; ou, pelo menos, para chamar a atenção e para nos diferenciar dos outros.

Da peregrinação de empresa em empresa a entregar cem currículos em mão, passámos a candidatar-nos a todo o tipo de postos de trabalho pela Internet. Surgiram novas práticas e conhecem-se grandes casos de êxito originais, propiciados pela interatividade dos utilizadores com o meio digital. Passo a contar-lhe três histórias de profissionais que deram provas da sua criatividade tecnológica e conseguiram o emprego dos seus sonhos:

1. A história do e-mail marketing

Não julgue que criar newsletters ou levar a cabo ações de emailing está reservado às empresas. Os candidatos a emprego também podem usar este meio para entrar em contacto com os profissionais de seleção de pessoal e chamar-lhes a atenção.

Ora pense. Ficaria mais surpreendido com uma pessoa que respondesse à sua oferta incluindo o seu currículo online ou com uma que lhe enviasse uma campanha de e-mail marketing personalizada? Para começar, isso é já de si uma novidade. É outra maneira de estabelecer contacto com a empresa, através de uma newsletter e, sinceramente, é uma coisa pouco comum e surpreendente. Deixo-lhe aqui um exemplo:

plantilla-emailmarketing-empleo-mailify

Graças aos modelos de newsletters disponíveis numa aplicação de emailing, poderá sempre personalizar e adaptar o formato ao setor de negócio a que se dirige. Observe este caso e veja como a jovem profissional soube fazê-lo:

  • Dar visibilidade ao seu nome graças ao pre-header, para que seja visível em caixas de correio eletrónico como o Gmail.
  • Um título direto e certeiro para que o destinatário se sinta identificado e preste atenção à mensagem.
  • Uma apresentação original. Ela soube jogar com o formato “carta online” para que abram o seu currículo em linha, descrevendo a sua trajetória, mostrando a sua fotografia e destacando algumas competências específicas.
  • Um footer conciso com diferentes hiperligações que nos redirecionam para a sua página pessoal, o seu portfólio, os seus dados de contacto… e uma simpática chamada à ação para dar uma vista de olhos à sua conta do Twitter.

2. A história da campanha do Adwords

O nome Alec Brownstein diz-lhe alguma coisa? É bem conhecida, no ramo do marketing digital, a iniciativa que este redator publicitário norte-americano levou a cabo para conseguir um emprego. Alec não optou por uma campanha de e-mail marketing, como veremos mais adiante, preferiu antes usar o Google Adwords, os links patrocinados que aparecem nos primeiros resultados do Google para determinadas palavras chave.

Como o fez? Por mero acaso. Enquanto Alec procurava a relevância nos motores de busca dos diretivos com quem aspirava a trabalhar, deu-se conta de que não havia nenhum anúncio cujas palavras chave fossem o nome e o apelido desses executivos.

O jovem apercebeu-se de que todos nós, a dada altura, pesquisámos o nosso nome no Google. “A ver o que aparece”, não é verdade? Lembrou-se de conseguir os nomes dos diretores para que, quando estes se pesquisassem a si mesmos, a primeira ligação que aparecesse fosse o anúncio de Alec, com um link para o seu currículo. Uma ideia… brilhante.

Esta iniciativa custou-lhe apenas 15 cêntimos de dólar por clique, uma vez que ninguém tinha ainda adquirido estas palavras chave. Uma ação que lhe ficou, no total, em 6 dólares e lhe permitiu personalizar anúncios para cinco grandes executivos publicitários, com um texto que rezava assim:

adwords-conseguir-empleo-alec-mailify

“Olá, (nome do executivo)! Googlar o seu nome é muito divertido. Contratar-me também é divertido.”

Semanas depois, Alec foi contactado por 4 dos 5 executivos que mencionou, dos quais dois lhe ofereceram o emprego dos seus sonhos. Neste momento, é redator sénior da Y&R Nova Iorque.

3. A história da lista do Spotify

Spotify? A sério? Claro que sim e, desta vez, é o caso de um jovem espanhol. Um publicitário chamado José María Díaz teve a magnífica ideia de combinar música para criar um currículo. Reuniu mais de 150 canções numa lista musical em que cada um dos títulos, de cima para baixo, descrevia a sua trajetória profissional.

spotify-conseguir-empleo-email marketing-mailify

Deste modo, qualquer pessoa podia “ler” a sua lista musical e descobrir os seus gostos, a sua trajetória académica e os seus últimos trabalhos realizados. Uma ideia muito original que fez furor nas redes sociais, especialmente no Twitter, onde foi trending topic durante um dia inteiro, aumentando assim a sua visibilidade entre muitas empresas interessadas em não deixar escapar uma mente como a do José María. Ainda é possível encontrar esta lista no Spotify, se tiver ficado curioso e quiser ver o resto das canções.

Acha que já viu de tudo? Acha que é impossível ser tão criativo como estes jovens? Não se deixe abater, o melhor da originalidade é que não tem limites, quem os cria são os humanos.

A partir daí, tudo é liberdade de criação. Fazer e-mail marketing pode não lhe garantir o trabalho dos seus sonhos, mas é um método que pode experimentar para chegar de maneira diferente à empresa que procura. Uma grande variedade de opções de personalização e a capacidade de pôr a sua originalidade em prática são o seu melhor cartão-de-visita para receber a chamada que pode mudar a sua vida.

É verdade que repetir este tipo de ações lhes retiraria o apelo da novidade e poderia dar-nos fama de profissionais sem recursos que plagiam as ideias dos outros. Portanto, poderá ingressar no grupo das histórias de êxito se implementar uma estratégia de e-mail marketing como forma de autopromoção profissional.


Carlos Cuéllar
Mailify España

Deixe uma resposta

MENU
Leer entrada anterior
ReducaEscuela_850
A escola é sempre o melhor caminho

• Vídeo em Português: https://vimeo.com/180605477 Segundo os dados da UNICEF e da UNESCO, cerca de 22 milhões de crianças e jovens...

Cerrar