O espanhol é a terceira língua mais usada da internet

espanol_lengua_850

Atualmente o espanhol, com mais de 164 milhões de internautas, é a terceira língua mais usada da internet, com 8% do total, de acordo com as conclusões do livro “Word for Word/Palabra por Palabra”, editado pela Santillana e realizado pelo Instituto Cervantes e British Council, que se uniram neste estudo, como representantes dos dois idiomas mais falados depois do chinês mandarim.

A importância da língua espanhola manifesta-se nos 420 milhões de falantes nativos em todo o mundo, enquanto que o número de falantes nativos de inglês aproxima-se aos 400 milhões. Mesmo assim, o inglês continua sendo o idioma mais utilizado a nível mundial, 80% do conteúdo total da web é neste idioma, porque 20% da população usam-no como segunda língua, ou seja, 1.600 milhões de pessoas. Entretanto o espanhol está experimentando um crescimento bastante notável, como pode ser observado com o aumento de 32% no número de matrículas como segunda língua, o que se supõe ao redor de 20 milhões de pessoas em todo o mundo. Ou à medida que aumenta sua importância em áreas geográficas tradicionalmente anglo-saxônicas, como os Estados Unidos, onde é a segunda língua mais falada em 43 estados, ou seja, 16,3% dos americanos.

As previsões para o futuro que reflete o relatório “El español: una lengua viva”, publicado pelo Instituto Cervantes em 2010, indica que em 2030, 7,5% da população mundial será falante de espanhol (um total de 535 milhões de pessoas), porcentagem que se coloca acima do russo (2,2%), do francês (1,4%) e do alemão (1,2%). Até então, só o chinês seguirá superando a língua espanhola como grupo de falantes de domínio nativo.

Estes indicadores fazem com o que espanhol transforme-se em um espaço estratégico de influência política, cultural, econômica e demográfica, e a web é um medidor perfeito para este tipo de usos, de fato as empresas de mídias digitais começam a ter interesse em todos os usuários de língua espanhola, tanto os atuais quanto os potenciais, à medida que se generaliza o uso da internet na América Latina.

Nos Estados Unidos é onde a maioria reflecte este aumento no uso do espanhol, uma comunidade de 51 milhões de hispânicos em constante crescimento e estima-se que vão gastar cerca de 21.600 milhões de dólares através de Internet em 2011.

São muitos os canais de TV, jornais e outros sites que estão adaptando-se para atrair a este amplo grupo de usuários, como Univisión, Telemundo (de Microsoft), Azteca América, com a participação da Disney/ABC ou o recente portal do Time Warner, CNNEspañol.com, que se une à oferta informática da cadeia americana dirigida ao mercado hispânico, como os 40 canais em espanhol que acabam de adicionar uma aplicação para o iPad. Na Grã-Bretanha, a BBC também oferece seus serviços de notícias em espanhol através do seu site BBC Mundo, inclusive a China Central Televisión (CTNV) tem um portal de TV online em espanhol.

A inserção da internet na Espanha é a maior entre os países de língua espanhola, mas Chile e Argentina têm níveis que se aproximam a média da União Europeia. Espanha, México e Argentina estão entre os 20 países com maior número de usuários da internet. A procura de documentos em espanhol é a quarta em importância, entre as línguas do mundo.

Por outro lado o português está situado entre as línguas mais usadas na Internet, especificamente na quinta posição, com mais de 82 milhões de usuários. A língua portuguesa com cerca de 205 milhões de falantes tem uma dimensão cada vez mais importante no mundo, sendo a terceira língua europeia e a sexta mundial.

Dos recentes e diversos instrumentos de apoio para o ensino e a aprendizagem da língua portuguesa, bem como para a difusão da língua e cultura portuguesa na Internet, nomeadamente o trabalho do Observatório dá a Lingua Portuguesa, o Instituto Camões e a Academia Brasileira de Letras.

Miguel Ángel Corcobado
Research Staff, PRISA Digital

Deixe uma resposta

MENU
Leer entrada anterior
netiquette_850
Netiquette: 20 conselhos básicos para escrever e-mails

Use como remetente o seu nome real completo. Escolher como nome de remetente algo como “olá” ou “Pepe” (sem sobrenomes)...

Cerrar