O grafeno, a flexibilidade transformada em tela

Segundo a Wikipédia, o grafeno é uma alotropia do carbono. Esta alotropia consiste numa estrutura hexagonal plana constituída por átomos de carbono e ligações covalentes que se formam a partir da sobreposição dos híbridos dos carbonos intercalados. É uma definição difícil de perceber para um leigo, mas este material valeu aos seus inventores, Andre Geim  e Konstantin Novoselov, o Prémio Nobel da Física em 2010.

No entanto, se eu lhe disser que o grafeno é um material transparente, flexível, extraordinariamente resistente, impermeável, abundante, económico e um condutor de eletricidade superior a qualquer outro material conhecido, creio que você vai compreender muito melhor. Este surpreende material deixou todos os cientistas fascinados e a indústria tecnológica começa a ver todas as suas fantásticas possibilidades, não encontradas em nenhum outro material, até agora. Este vídeo é um exemplo de um possível uso futuro do grafeno.

Deixe uma resposta

MENU
Leer entrada anterior
embudo
O Funil da Formação em Digital

Há pouco mais de 3 anos ocupava o cargo de Diretor de Marketing e Clientes do Canal+ e Digital+.  Através...

Cerrar