El País Retina ou como encontrar a “chama” do ecossistema digital

EP_Retina_850

Espero que, por esta altura, já não seja necessário explicar longamente o que é El País Retina. Mas, pelo sim, pelo não, vamos lá a isso: certamente terá ouvido falar de nós como a grande conferência que os nossos colegas dos eventos organizaram no verão do ano passado. A coisa correu tão bem e o interesse por parte dos leitores e das empresas foi tão grande que a malta dos departamentos decidiu dar outro passo em frente neste projeto.

E assim nasceu a página de Internet: somos a nova aposta de transformação digital, inovação, start-ups, produtividade pessoal e talento do grupo. A Retina é, além disso, o terceiro elemento do novo projeto económico da Prisa Notícias: informação algo mais macro e geral no El País Economia; informação sobre Mercados, Bolsa, Companhias e Finanças Pessoais no Cinco Días; e nós, com temas de natureza mais tecnológica, geek, divertida e inegavelmente apaixonante.

W

Eu trabalhava há poucos anos no Cinco Días, desde os tempos da Gran Vía, precisamente onde se encontram agora as caixas da Primark. Escrevi sobre seguros, banca, Bolsa, meios de comunicação, automóveis e todo o tipo de assuntos antes de me encarregar primeiro das redes sociais e de fazer vídeos animados “aos montes” e depois trabalhar na mesa digital. O diretor do jornal, Ricardo de Querol, propôs-me no final do ano passado que coordenasse o quotidiano desta secção que, durante meses, estivera em gestação devido ao meu afeto pelas tecnologias e pela Internet. Mas a Retina é, obviamente, o trabalho conjunto de várias pessoas. Concretamente, de seis pessoas que trabalham muito para levar a cabo (quase) tudo o que veem quando entram na página retina.elpais.com ou nas nossas redes sociais: Manuel G. Pascual, M. Victoria S. Nadal, Javier Cortés, Montse Hidalgo e Olivia López Bueno. E contamos também com alguns colaboradores externos de peso que oferecem um grande valor extra aos nossos conteúdos.

D

O nosso objetivo é narrar o melhor que nos for possível o momento crucial que a sociedade está a viver, envolta numa transição mais rápida e veloz do que qualquer uma das três revoluções industriais anteriores (é o q     ue dizem; não sou o Jordi Hurtado e, pessoalmente, só assisti a uma delas). Para tal, recorremos à opinião de especialistas, de empreendedores que arregaçam as mangas e trabalham com inovação e novas formas de fazer as coisas, de executivos apaixonados pela transformação (usem gravata ou não). E recorremos também a vídeos, a jornalismo de dados, animações ou ferramentas interativas. Fazemos questão de usar uma linguagem direta e acessível.

Não julgamos conhecer todas as respostas, nem coisa que se pareça. Mas, para tal, juntámo-nos a associados que podem oferecê-las. O mais recente a juntar-se a nós é a Google. Com este gigante de que certamente já ouviu falar, vamos criar conteúdos e mesas redondas e debates, workshops de formação ou after works sobre empreendedorismo, marketing digital, educação, cloud computing, políticas e competências digitais. E, acima de tudo, um grande evento que terá lugar no próximo outono.

M

Também organizaremos pequenos eventos para ir abrindo o apetite até ao evento anual da Retina. O próximo será esta quarta-feira, dia 5 de julho, na Fundação Francisco Giner de los Ríos e tem como título: Futuro Digital. Políticas e estratégias perante os desafios do novo contexto. Trata-se de um fórum de reflexão em que analisaremos como abordar os desafios que as empresas enfrentam no novo contexto digital. Se quiser assistir ao evento, encontra mais informações neste link. E na quinta-feira, dia 29, teremos outro evento: Marketing em Mobilidade.

Outro evento (29/06) e: Sabe como otimizar a sua estratégia multicanal? Para este evento, contamos com a colaboração da Google e com a participação de Javier Saavedra, diretor de indústrias da banca e dos seguros, líder da iniciativa móvel na Google; Miquel Trias, analytical consultant na Google e Luis Dinis, que também trabalha como analytical consultant na Google. Clique aqui para encontrar mais dados sobre o evento.

Esperamos que a Retina se torne, pouco a pouco, um espaço de diálogo, construído por muita gente e à disposição de todos, com particular incidência sobre a transformação social e cultural que o ecossistema digital traz consigo.


Gullermo_VegaGuillermo Sánchez Vega

Editor responsable de EL PAÍS Retina

Deixe uma resposta

MENU
Leer entrada anterior
MotorElectrico_850
Como funciona um carro elétrico

Já conhecemos os Tesla, os Citroën C Zero ou os Renault Twizy. Vemo-los a circular pelas nossas ruas e sabemos...

Cerrar