A Cadena SER apresenta o primeiro estudo que analisa as condutas tóxicas nos jogos de futebol

RespetasOInsultas_850

Sabia que um em cada três utilizadores lança insultos nas redes sociais durante um jogo de futebol? Ou que Piqué e Shakira são alvos de mais de 3000 ataques machistas e impropérios na Internet durante um derby?

É evidente que este tipo de comportamento tem de mudar. Por isso, por ocasião do Dia Mundial da Rádio, a Cadena SER quer dar o primeiro passo e apresenta o primeiro estudo que analisa as condutas machistas, racistas, homofóbicas, violentas e tóxicas de um modo geral nas redes sociais durante as partidas de futebol.

Precisamente, a UNESCO dedicou o Dia Mundial da Rádio deste ano ao tema “rádio e desporto”, o que está em sintonia com a campanha que a Cadena SER tem vindo a promover contra a discriminação e a violência no futebol, “Sin Respeto No Hay Juego” (Sem Respeito, Não Há Jogo), e que entra agora na sua segunda edição. Assim, a apresentação deste estudo representa outro pequeno contributo por parte da Cadena SER para fomentar um ambiente são no desporto, arredado da violência verbal ou física.

O estudo, elaborado pela Séntisis, aborda aspetos como o tipo de expressões e sintomas de violência que se produzem com mais veemência no contexto social ou o tipo de perfil do adepto “violento”.

Manu Carreño será quem vai apresentar, no programa El Larguero (na noite de 12 para 13 de fevereiro), este estudo que analisa as conversas nas redes sociais durante 20 jogos de futebol em Espanha da época de 16/17, da Supercopa de Espanha 2017 e da época de 17/18, até dia 30 de janeiro de 2018.

Resultado de imagen de respetas o insultas

Por outro lado, e no âmbito das celebrações do Dia Mundial da Rádio, os programas Hoy por Hoy, com Pepa Bueno e Toni Garrido; La Ventana, de Carles Francino, e Hora 25, com Àngels Barceló, analisarão de pontos de vista distintos os elementos de maior destaque do estudo.

Por sua vez, Ser Deportivos, Hora 25 Deportes e Carrusel Deportivo refletirão sobre o que se passa nos campos com histórias de desportistas e/ou adeptos que tenham vivido algum tipo de episódio de violência e/ou de discriminação.

Consulta aquí el informe Descargar

No especial da cadenaser.com, é possível descarregar o estudo e encontrar toda a informação relativa à campanha. Se estiver interessado em participar e contribuir com o seu apoio a esta causa, poderá intervir nas redes sociais com o hashtag #respetasOinsultas e comentar tudo o que for tratado nos programas, assim como o conteúdo deste estudo pioneiro em Espanha.

Por outro lado, a PRISA Rádio junta a esta iniciativa uma jornada de portas abertas para celebrar este dia com os ouvintes nos programas da Cadena SER, LOS40 e Cadena Dial, que, após o êxito de participação nos anos anteriores, abre de novo as suas portas para celebrar o Dia Mundial da Rádio com os seus utilizadores.

Ao longo do dia, os programas das emissoras da PRISA Rádio – Cadena SER, LOS40 e Cadena Dial – receberão a visita dos ouvintes que se deslocarem aos estúdios da Gran Vía, 32 em Madrid, onde poderão conhecer o trabalho levado a cabo por jornalistas e técnicos, e viver o ambiente da rádio. Os ouvintes poderão escolher a que assistir, de entre os programas da Cadena SER: Hoy por Hoy, La Ventana, Hora 25, El Larguero, Hablar por Hablar e SER Deportivos. Também poderão assistir a Anda Ya (LOS40), Lo+40 (LOS40), Del 40 al 1 (LOS40), Radiotubers (LOS40), Yu: no te pierdas nada (LOS40), e Atrévete (Cadena Dial). Um dia de rádio muito especial que a PRISA Rádio organiza pelo segundo ano consecutivo e que foi recebido novamente com grande entusiasmo por parte dos ouvintes e dos seguidores das emissoras.

Deixe uma resposta

MENU
Leer entrada anterior
NintendoLabo_850
Nintendo LABO, o contributo da Switch para a cultura ‘maker’

A Nintendo, na sua busca pela integração do hardware e do software, começou a configurar os comandos da sua consola...

Cerrar