“A impressão em 3D vai mudar as nossas vidas do mesmo modo que a Internet o fez”

SaulGarcia_IMDIMO

Muitas vozes afirmam que a impressão em 3D é um dos principais motores de uma nova revolução industrial que mudará por completo a forma de fabricar e consumir produtos. Mas até que ponto esta afirmação é acertada? Espera-nos realmente um futuro tão revolucionário graças a esta tecnologia?

Para saber mais sobre o presente e o futuro desta tecnologia, falamos como Saúl García, fundador e CEO da Imdimo3D, uma companhia que presta serviços de impressão em 3D e que foi uma das vencedoras do Programa LAB da PRISA INN.

P.- Muitos se referem à impressão em 3D com o termo manufatura aditiva. É realmente a mesma coisa?

R.- Na verdade, a impressão 3D é o termo com que se popularizou um conjunto de distintos métodos de manufatura aditiva que não são tão recentes como algumas pessoas possam pensar. De fato, o conceito de manufatura aditiva é realmente simples e o homem recorre a ele há milhares de anos de maneira manual: só temos de olhar em redor e ver como construímos os edifícios que constituem as nossas cidades. Partindo dos alicerces, vamos construindo um piso por cima de outro até completar a construção.

P.- Então, qual é a novidade que fez com que esta forma de fabricar as coisas ande agora nas bocas do mundo?

R.- A verdadeira inovação da manufatura aditiva é que, graças aos diversos avanços tecnológicos, este conceito se automatizou. E não só, pois além disso, graças a essa automatização, muitas das limitações dos processos de fabrico tradicionais desapareceram, oferecendo uma vantagem totalmente decisiva: a personalização ilimitada de cada um dos artigos criados através da manufatura criativa.

prisainn_print_FDM_imdimo3d

P.- Onde podemos dizer que a impressão em 3D já se implementou definitivamente?

R.- Atualmente, a indústria da impressão em 3D atingiu a sua maturidade plena em distintos setores profissionais como a indústria aeronáutica, a indústria aeroespacial, a engenharia, a arquitetura, a defesa, a indústria automóvel ou a medicina protésica.

P.- Quais são as aplicações mais comuns desta tecnologia nesses setores?

R.- Poderíamos distinguir vários tipos de aplicações em que já se utiliza:

Modelagem conceitual: permite às empresas de engenharia e design ampliar o seu alcance experimentando mais ideias e desenvolvendo apenas os projetos adequados.

Design ergonômico dos produtos: um design ergonômico correto é vital para evitar lesões e para melhorar a produtividade. Os modelos impressos em 3D permitem a avaliação precisa do rendimento ergonômico durante o processo de desenvolvimento do produto.

Marketing e design gráfico: os modelos conceituais impressos em 3D são excelentes ferramentas de marketing porque é possível mostrar aos grupos de discussão o modelo antes do lançamento de um produto novo, sendo quase idêntico ao produto real. Podem vê-lo, pegar-lhe e examiná-lo de todos os ângulos. A impressão em 3D permite realizar modelos de produto de alta qualidade numa questão de horas, sem necessidade de enviar os desenhos para outro lugar.

prototipos imdimo3d

Protótipos funcionais: os protótipos funcionais permitem às empresas detectar e corrigir erros, assim como realizar melhorias, sobretudo nas primeiras fases de concepção, poupando muito dinheiro às empresas envolvidas, além de se conseguir protótipos incrivelmente realistas e com um aspeto aproximado ao do produto acabado.

Obtenção de peças finais: uma das vantagens da revolução da impressão em 3D é a possibilidade de começar a produzir sem a demora e sem os gastos de mecânica e de produção dos métodos tradicionais, além de produzir artigos personalizados de geometria complexa sem as limitações que até agora estes métodos de manufatura tradicionais nos impunham.

P.- Pensando no futuro, quais serão as aplicações mais revolucionárias da impressão em 3D?

R.- É muito difícil responder a essa pergunta, porque a manufatura aditiva não deixará nenhum setor indiferente. Podemos dizer que se está produzindo uma nova revolução industrial e tecnológica, tal como aconteceu quando a Internet apareceu nas nossas vidas, uma rede da qual muitos duvidavam nos seus primórdios e que mudou o nosso mundo de uma maneira global.

saul_imdimo3dNa minha opinião, as aplicações da impressão que irão mudar o mundo são:

A impressão em 3D aplicada à ciência, à medicina e à saúde: num campo onde a inovação salva vidas, a impressão em 3D permite aos médicos, investigadores e fabricantes de equipamentos médicos trabalhar rapidamente, fazer ensaios exaustivos e personalizar como nunca antes foi possível. Um exemplo muito claro que já existe é o da odontologia e das próteses auditivas, onde a personalização do produto implica vantagens incríveis para os usuários, uma vez que estes se adaptam na perfeição às suas necessidades. Além disso, estão-se investigando materiais biocompatíveis que oferecerão a possibilidade de, num futuro próximo, poder fabricar órgãos aceites pelo corpo humano, o que resultará numa verdadeira revolução.

A impressão em 3D aplicada à educação: atualmente, vivemos na era da digitalização e as novas gerações se tornarão os designers e engenheiros que irão resolver os problemas que enfrentaremos no futuro, e a impressão em 3D será, sem dúvida, mais uma ferramenta para construir um futuro brilhante. A incorporação da impressão em 3D na sala de aula coloca ao alcance dos alunos as mesmas tecnologias de vanguarda que encontrarão ao longo da sua carreira profissional e, do mesmo modo que hoje a informática tem um papel importante nas aulas, o mesmo acontecerá com a impressão em 3D.

A impressão em 3D e produtos de consumo e entretenimento: a impressão em 3D mudará por completo a ideia de consumir produtos que o público em geral tem tido até agora, do mesmo modo que a Internet mudou por completo a forma de consumir produtos e serviços por parte dos usuários. Um bom exemplo é a indústria da música, que se transformou para se adaptar aos novos tempos com uma grande quantidade de serviços na nuvem que nos permitem personalizar que música ouvimos e quando a ouvimos. Do mesmo modo, e graças à impressão em 3D, cada um de nós terá a capacidade de personalizar os seus próprios produtos de consumo e entretenimento com uma grande vantagem, que é a exclusividade de cada artigo.

Deixe uma resposta

MENU
Leer entrada anterior
autopromo_850
Como falar bem de você mesmo sem parecer egocêntrico

A autopromoção é uma arte. Também se poderia designar “Como falar bem de você mesmo sem parecer egocêntrico, com toda...

Cerrar