La Nube: O êxito nas redes sociais face à realidade das audiências

Fluffy Clouds

Ser trending topic todas as quintas-feiras e não passar dos 2,3% de quota de audiência. Foi o que aconteceu ao La Nube, o programa sobre Internet e redes sociais apresentado por Toni Garrido no canal La 2 da Radio Televisión Española.

Não é sequer o único exemplo da ilusão que pode causar o Twitter na hora de prognosticar os resultados de audiência, mas foi um dos mais chamativos. Salvados, o programa de Jordi Évole que é o mais comentado no Twitter nas noites de emissão, encerrou a sua melhor temporada no laSexta com uma média de 9% de audiência (1.754.000 espectadores). Alguém reparou se Amar en tiempos revueltos esteve entre os trending topics? Mas tem uma média de 21,6 % de quota de audiência e uma média de quase três milhões de espectadores.

Há programas que podem ver refletida de uma maneira bastante fiel a sua audiência no Twitter, com acontece com o Gran Hermano, fenômeno das redes sociais e líder todas as noites, mas há outros para os quais o termômetro não serve, e esse depende do público-alvo. Se forem mulheres dos 45 aos 54 anos, não se deve assustar se não encontrar uma única referência ao seu programa no Twitter, mas se o seu público forem homens entre os 25 e os 34 anos, também não deve ficar louco se detectar quatro trending topics numa noite.

Foi o que aconteceu ao La Nube, um programa produzido pela Plural Entertainment para a La 2 e patrocinado pela Movistar. Foi um programa atrevido, com convidados interessantes, sem discussões acesas e com conteúdos vanguardistas. Conseguiu um, dois, três e até quatro trending topics numa noite … E para além disso, no mundo do Twitter, tão propenso a críticas, só cerca de 10% dos comentários analisados eram críticos. O grande James Gleick teve de vir a Prado del Rey, a sede da RTVE, para ser TT pela primeira vez na sua vida. Para isso, são fundamentais os seguidores. Contar com convidados como Risto Mejide (940.000 seguidores), Ana Pastor (340.000) ou Santiago Segura (1.175.000) é uma garantia de êxito. Os programas em que estiveram presentes foram os mais vistos e, claro, os mais comentados no Twitter. Isso pode ser verificado em tuitele.tv, um site que mede pela primeira vez em direto em Espanha a repercussão nas redes sociais dos programas de TV, a chamada “audiência social”. “Exhibicionistas”, a mais vista de todas as nuvens, foi nessa noite líder de audiência social, mas se ficou por uma exígua quota de audiência de 2,3%. O que se passou? Os 379.000 espectadores estavam todos ao mesmo tempo no Twitter? É um exagero, mas isso foi basicamente o sucedido, não são muitos espectadores, mas uma grande percentagem estava ligada à Internet enquanto via o programa. Eram poucos, mas ruidosos.

Nestes exemplos se pode ver em que audiência televisiva se traduziram os melhores dados de audiência social do La Nube.

O fato de ser transmitido na La 2 já limita o público que um programa se dirige. É um canal com uma média de audiência de 2,6 % e um perfil de espectador formado por homens de mais de 44 anos e de classe média/alta. Para além disso, tanto o conteúdo como o formato de La Nube restringiam algo mais esse público face à programação dos outros canais, que a essa hora transmitiam Gran Hermano, Los Protegidos e os Clásicos de La 1 que têm sido muito bem acolhidos. Os dados de audiência de televisão do La Nube têm sido discretos, uma média de 268.000 espectadores por programa, e de momento, esses são os dados que contam no meio.

Mas a forma de ver televisão está mudando, a audiência social tem cada vez mais relevância e já faz parte da avaliação de um programa. A sua medição e análise trazem ainda uma valiosa informação sobre a percepção dos espectadores do conteúdo. A audiência televisiva é, no entanto, a que determina em exclusivo o futuro de um programa. Mas por quanto tempo? O sistema atual de medição em Espanha não contabiliza as visualizações por Internet. Para obter uma radiografia completa do resultado de um programa é necessário incluí-la. Entretanto, ao objetivo mais desejado, que continua sendo o êxito na audiência televisiva, se juntou a corrida pela conquista da audiência social. Assim, não cabem ilusões.

Como despedida, deixamos um resumo em vídeo muito recomendável dos convidados que passaram pelo La Nube, (clique sobre a imagem).

Sonia Got Leibar
Directora de Comunicación
Plural Entertainment – PRISA TV

Deixe uma resposta

MENU
Leer entrada anterior
pin-up girl in sigh
Conselhos para dar ao seu celular um ar “vintage” II

No post anterior recomendávamos uma série de aplicações para os vossos dispositivos móveis. Nesta ocasião queremos lhe mostrar uns quantos...

Cerrar