Os melhores tablets para jogar;

Man Playing Action Game On Digital Tablet

Os dispositivos móveis inundam o mercado, mas há uns melhores do que outros para determinadas funções, como por exemplo para jogar videogames. Hoje, vamos analisar em conjunto com a página especialista em jogos, a Meristation, e descobrir quais são os melhores tablets para passar horas jogando as últimas novidades em jogos.

Os tablets estão se transformando na nova referência dos jogos portáteis graças à sua grande potência a nível de hardware e ao empenho das companhias em investir no cada vez mais popular setor tátil. Prova disto são os números de downloads e de receitas por parte das companhias que ultrapassam já bastante as consolas portáteis tradicionais em lucros. Tal como acontece com os mais recentes modelos de smartphones, apresentam um hardware de última geração capaz de fazer sombra à concorrência mais clássica: processadores de vários núcleos, memória RAM mais do que suficiente, memória interna de várias dezenas de GB, todo o tipo de conectividade online… E tudo isto em dispositivos com telas de boas dimensões – entre 7 e 10 polegadas – mas com espessuras e pesos cada vez mais reduzidos. Vamos passar em revista nesta nossa seleção as últimas versões dos tablets mais populares e os modelos de nova geração dos melhores fabricantes e, além disso, vamos sugerir os jogos mais adequados para cada um deles.

  Google Nexus 10 

O tablet com maior resolução do mundo; o “iPad killer” (o assassino do iPad). Assim definiu a Google o Nexus 10, o seu novo e reluzente tablet, na sua apresentação mundial em outubro do ano passado, um gadget Android que conta com tecnologia de ponta a nível de potência bruta, mas que foi prejudicado pelo seu controverso modelo de distribuição online. Para muitos, é um grande desconhecido – apesar da forte campanha de marketing com que contou na altura – mas que tem características muito avançadas; fabricado pela Samsung com uma grande tela de 10,1 polegadas, incorpora uma bateria de longa duração, um processador potente, 16 ou 32 GB de memória interna com sistema operativo Android, além de dois altifalantes dianteiros com um som mais do que satisfatório. É um tablet com uma excelente relação qualidade/preço, uma vez que o modelo de entrada está disponível por 399 euros. Ideal para desfrutar de jogos potentes como o Real Racing 3 ou o Temple Run 2, um jogo de grande sucesso desenvolvido em Espanha.

  

  iPad 4 

Seguramente o tablet mais popular do mercado e o mais desejado pelos amantes dos gadgets; assim é a última versão do iPad com tela Retina de 9,7 polegadas. A AppStore conta com o melhor catálogo de todos os tablets da nossa seleção, uma vez que as companhias investem muito mais na criação de títulos para dispositivos iOS, com uma grande quantidade de jogos exclusivos e portas de consolas – como XCOM: Enemy Unknown ou Limbo, entre muitos outros – apenas disponíveis na loja digital da Apple. Apesar de, atualmente, o seu desempenho ficar aquém da concorrência Android mais direta, oferece um elevado nível de otimização para os seus jogos. Tudo isto a um preço que começa nos 499 euros para o modelo básico de 16 GB e que ultrapassa os 900 euros na sua versão de 128 GB.

   

  Sony Xperia Tablet Z 

A Sony entra no competitivo mercado dos tablets de última geração com o seu novo Xperia Tablet Z, um gadget de especificações mais do que notáveis e uma grande tela de 10,1 polegadas. Dá acesso a todo o catálogo de jogos do Google Play graças ao seu sistema operativo Android e tem um design exterior muito bem conseguido, além de uma espessura e um peso bastante reduzidos. Uma curiosidade: podemos molhar o tablet e até mesmo submergi-lo até um metro de profundidade durante meia hora sem medo nenhum. É ideal para jogos táteis como o Dungeon Hunter 4 ou o Modern Combat 4: Zero Hour; está disponível a partir de 499 euros.

   

  Asus Transformer Pad Infinity TF700 

O tablet Transformer Pad Infinity TF700 da Asus é um gadget potente e versátil, capaz de se “transformar” em ultrabook graças à sua ligação a um teclado que pode ser adquirido separadamente. Apresenta uma tela de 10,1 polegadas Full HD resistente a pancadas e riscos. Não chega aos 600 gramas de peso e tem uma espessura de apenas 8,5 milímetros, o que é essencial para jogar de forma mais cómoda com títulos como os clássicos Sonic The Hedgehog ou Final Fantasy V. Um dispositivo potente, interessante e atrativo que dispõe do melhor do Google Play graças ao seu sistema operativo Android, e o seu preço começa nos 499 euros.

   

  Samsung Galaxy Note 10.1 

O grande tablet da Samsung surgiu no mercado com um grande leque de possibilidades multimédia graças à S Pen e às funcionalidades do seu sistema operativo Android. Apesar de não contar com a configuração de hardware mais avançada, oferece bons momentos com os melhores jogos do Google Play, como o Star Wars Pinball ou o Grand Theft Auto: Vice City 10th. Anniversary. Podemos adquirir o tablet grande da Samsung a partir de 499 euros; é um gadget muito potente e versátil que só fica um pouco aquém dos outros em termos de definição de imagem.

  

  iPad mini 

O irmãozinho do iPad, um tablet de dimensões reduzidas que permite uma jogabilidade mais cómoda e acessível, apesar de apresentar, como os restantes gadgets do mesmo género com 7 ou 8 polegadas, um hardware menos avançado do que o que surge nas últimas versões de tablets maiores. Por outro lado, o iPad mini conta com todo o potencial da AppStore que, tal como acontece com o iPad original, dispõe do melhor catálogo de jogos para este tipo de dispositivos, como The Walking Dead ou o clássicoColin McRae Rally, se bem que neste caso, apesar de conseguir suportar os últimos títulos a um alto nível e com uma otimização extraordinária, as suas especificações estão algo aquém dos últimos modelos Android. Pode ter isto tudo por um preço que começa nos 329 euros para o modelo básico e que ultrapassa os 500 euros no modelo de 64 GB.

  

  Google Nexus 7 

Como uma nova versão mais acessível do tablet prevista para este mês de julho, não podemos esquecer o fantástico Nexus 7. Trata-se do tablet mais económico com uma relação qualidade/preço insuperável; pode ser comprado a partir de 199 euros na sua versão com 16 GB de memória interna, mas também existem versões de 32 e de 64 GB. A sua tela é um pouco mais reduzida do que a sua concorrência direta, ficando-se “apenas” pelas 7 polegadas. A sua parte traseira tem um aspeto rugoso que é ideal para não haver perda de aderência enquanto jogamos ao Homem de Aço ‒ o videogame oficial do último filme do Super-Homem ‒ ou a Cut the Rope: Time Travel, apesar do seu aspeto exterior ficar algo aquém dos últimos modelos da concorrência, sobretudo no que diz respeito à perceção de qualidade.

  

  Samsung Galaxy Note 8.0 

O modelo de 8 polegadas mais interessante da Samsung, o Note 8.0 tem um sistema operativo Android e uma cómoda caneta digital, a S-Pen; tem uma tela SuperLCD de 8 polegadas e um peso bastante comedido de 345 gramas. O sistema operativo Android comporta um bom número de funcionalidades adicionais especialmente concebidas para o a Note 8.0, além de permitir desfrutar de jogos tão carismáticos como o Metal Slug X ou o Iron Man 3, tudo por um preço de 399 euros, ficando o Tab 2 7.0 como a segunda opção mais económica e com um nível inferior de vantagens.

  

Cristian Ciuraneta
Coordenador iOS/Android da Meristation

Deixe uma resposta

MENU
Leer entrada anterior
Color television screen
Chuva de estrelas no firmamento da televisão

Este primeiro semestre de 2013 foi particularmente ativo e luminoso. A televisão está se reinventando: sucedem-se notícias, criam-se finais, surgem...

Cerrar