Os maus hábitos que impedem um empreendedor de ter êxito

businessman using notebook

Todos nós criamos os nossos hábitos de trabalho quando nos dedicamos a um cargo em particular durante muito tempo. Às vezes, nem damos por eles porque estamos numa zona de conforto da qual não queremos escapar. É possível que, em certos setores, estas rotinas não sejam de todo más mas, quando nos tornamos empreendedores, tudo muda.

É uma profissão que requer maior autoridade e, ao mesmo tempo, maior liberdade. As suas ações e atitudes não se limitarão a influenciar a produtividade e a saúde da empresa, mas são também um exemplo para todas as pessoas que trabalham consigo. Deve inculcar uma forma de trabalhar e valores que vejam como seus e que façam parte da companhia.

Se está a pensar criar o seu próprio negócio, deve ter em conta estes fatores negativos e tentar eliminá-los antes de começar.

1.- Não planear o seu dia-a-dia ou semana

É possível que esteja habituado a chegar ao escritório e ver como corre o dia, completando tarefas conforme surjam ou lhe sejam atribuídas pelos seus superiores. Como empresário, as suas prioridades têm de estar sempre bem claras. Organize os trabalhos e as reuniões por ordem de importância. Não trate de coisas sem prioridade antes de algo que precise realmente do seu tempo.

2.- Ficar agarrado ao email

Todos gostamos que nos respondam com a maior brevidade possível mas, se estiver sempre dedicado a responder às mensagens que lhe chegam à conta de correio eletrónico, não investirá tempo nas tarefas importantes. Além disso, dará a ideia de que podem encontrá-lo sempre que quiserem, dominando assim as prioridades do seu negócio e da sua vida.

3.- Falta de comunicação

Conversas com a sua equipa ou clientes, reuniões com pessoas importantes ou para delinear uma estratégia. É importante ser claro e garantir que toda a gente capta a mensagem na perfeição. Evitará dores de cabeça e dar uma imagem pouco profissional. Se não se sentir seguro a falar em público, não tenha problemas em ter aulas para melhorar esta competência.

Vacant job

4.- Ter sempre a mesma rotina

É uma boa opção para ser muito produtivo quando se faz sempre as mesmas coisas, apesar de haver a possibilidade de nos acomodarmos e não rendermos como seria de esperar. A questão é que não sabemos o que o futuro reserva ou como o mercado vai mudar. É preciso ser flexível para nos adaptarmos da melhor forma possível ao que possa acontecer e resolver os problemas eficazmente.

5.- Não fazer pausas

Ser empreendedor requer muito esforço e dedicação. Obviamente, quer dispor do máximo de tempo possível e quanto mais fizer, melhor. É importante ter as suas horas de descanso e parar quando sentir que não aguenta mais. Mais vale trabalhar intensamente durante sete horas do que trabalhar durante dez horas com um rendimento muito menor. Além disso, acabará por ficar esgotado.

6.- Não ser pontual

Quando fazemos parte de uma empresa, pode não haver crise se demorarmos algum tempo a iniciar a nossa rotina diária ou se chegarmos 5 minutos atrasados a uma reunião de pouca importância. Enquanto empreendedor, terá de chegar sempre a horas para dar uma boa imagem tanto aos clientes como à equipa que dirige.

maloshabitos_Geekpunto_01

7.- Adiar projetos difíceis

Sim, já todos nos deparámos alguma vez com um projeto que nos faz tremer e que não queremos ver à frente nem pintado. Ignoramo-lo até que deixe de ser possível evitá-lo. Se é um empreendedor, isto pode voltar-se contra si. Se não consegue realizar a tarefa, pode sempre atribuí-la a outra pessoa ou procurar ajuda externa. Mas nunca a deixe de lado.

8.- Adiar decisões

É provável que, na sua posição atual ou ao longo da sua vida, tenha tomado poucas decisões importantes ou que alguém as tenha tomado por si. Como responsável pela empresa, não pode distanciar-se delas. Para o bem ou para o mal, tem de tomar uma posição. É melhor cometer erros do que não fazer nada.

Coffee and damaged computer keyboard

9.- Nunca dizer não

Quando começa a trabalhar numa companhia, a palavra “não” parece estar proibida e começa a adquirir o hábito de dizer sim a tudo. Mas, nesta nova posição, tem de aprender a dizer que não. Nem todos os clientes são importantes. Nem todos os funcionários serão produtivos. Nem todas as ideias são brilhantes. Nem todas as equipas funcionam bem.

10.- Multitasking

Tem-se a ideia de que este hábito nos permite poupar tempo e fazer muitas coisas ao mesmo tempo. A realidade é que nos impede de nos concentrarmos completamente, distraindo-nos de tarefas que podíamos realizar de forma mais eficiente se as fizéssemos individualmente. Enquanto empreendedor, precisa de toda a concentração possível para cada ação que tenha de levar a cabo.

Ter estes maus hábitos não significa que o seu negócio vá fracassar instantaneamente, mas sim que vão ter uma influência negativa sobre ele, chegando a um ponto em que se tornaram um fardo insustentável. Eliminá-los é uma questão de paciência e de tempo mas, quando conseguir fazê-lo, terá uma empresa mais próspera.


Alejandro_Garcia_Geekpunto

Alejandro García

Economista especializado en marketing y mercados financieros. Es un apasionado del mundo startup y las nuevas tecnologías. Actualmente es editor de Geekpunto.

Deixe uma resposta

MENU
Leer entrada anterior
Ana_logica_Cabecera_850
Avatares de uma imigrante digital #16

. Até sempre... - – Truz-truz. Posso entrar? – disse Ana com uma expressão cabisbaixa. – Anita, fazes-te mesmo de...

Cerrar