Nintendo LABO, o contributo da Switch para a cultura ‘maker’

A Nintendo, na sua busca pela integração do hardware e do software, começou a configurar os comandos da sua consola Nintendo Switch, os Joy-Con, para que possam ser utilizados com cartões recortados no seu novo projeto, Nintendo Labo. Os comandos funcionam como um conjunto de sensores e podem oferecer uma série de possibilidades além da utilização normal como acessório da consola Nintendo Switch. De facto, este projeto, que se apoia no auge da cultura maker, implica construir figuras de cartão que interajam com os Joy-Con, algo que faz com que estes se tornem em brinquedos completamente novos e diferentes.

Imagen relacionada

Criar, jogar e descobrir” são os três pilares que sustentam este novo projeto da Nintendo que se venderá, a partir de abril, com diversos kits chamados Toy-Con e que incluirão tudo o que é preciso para construir as figuras (placas de cartão, corda, fita, autocolantes…) e o jogo correspondente para se poder interagir com elas na consola. Até hoje, apresentaram objetos de construção tão diversos como um piano, uma mota ou uma cana de pesca, e até mesmo um robô com funcionalidade de realidade virtual.

À semelhança do que fez a BQ com a sua gama dedicada à robótica, é possível que, num futuro não muito longínquo, venha a existir uma ligação da Nintendo Labo com o mundo da educação. De facto, a cultura maker é uma das tendências mais fortes em inovação educativa para 2018.

Deixe uma resposta

MENU
Leer entrada anterior
Credibilidad_prensa_850
O jornalismo recupera a confiança dos leitores

Nos últimos anos, as notícias que nos chegam através da Internet têm vindo a perder progressivamente e por diversos motivos...

Cerrar