Personal Branding: a construção da sua marca pessoal

personalBranding_850

Existem milhões de pessoas no mundo, a maioria com traços físicos, atitudes, estilo de vida e cultura que podem fazer com que, de alguma maneira, pareçam iguais ou parecidas. Mas, no momento em que queremos empreender ou sobressair no mundo laboral, é quando surge a necessidade de nos distinguimos dos demais, que nos conheçam e saibam que valemos a pena, que temos algo que não se encontra noutro lugar, e para isso, temos o Personal Branding.

Se, em termos de mercado, fôssemos um produto, teríamos de nos distinguir dos demais que cumprem uma função parecida com a nossa, que têm um preço mais alto ou mais baixo, etc. A nossa marca pode dizer aos nossos clientes por que escolher um ou outro, de acordo com a experiência, ou que ouviram dizer e até a qualidade demonstrada.

Por que devo desenvolver a minha marca pessoal?

Seja por que está iniciando a sua carreira profissional, por procurar novas oportunidades laborais ou simplesmente para se distinguir dos demais, a sua marca pessoal é o seu cartão de apresentação.

A marca pessoal é uma forma de nos distinguirmos individualmente, é criar a nossa marca e nos diferenciarmos profissionalmente dos nossos amigos, familiares, da nossa comunidade, dos nossos clientes, da nossa competência, com base em características que nos tornam únicos e originais.

O Personal Branding não transforma as pessoas em objetos, mas sim no que são capazes de aportar individualmente, recupera a singularidade, e cria a sua própria marca em todos os aspetos daquilo que faz.

Como construir a sua marca pessoal

Marca personal

A construção da sua marca pessoal leva tempo, não é algo que se consiga imediatamente, tem de ter em conta estes três aspetos importantes:

Planear objetivos

Antes de mais, devemos definir objetivos pessoais. Quem sou? O que pretendo? Para que o pretendo? Onde quero chegar? O que quero oferecer? Em que meio quero fazê-lo?

Devemos oferecer algo que seja útil. Para que possa se distinguir, tem de demonstrar e se questionar se o que faz, pelo menos profissionalmente, é útil. Para que, por exemplo, quando os seus possíveis empregadores o conheçam, saibam que é muito bom no que faz em comparação com outra pessoa.

Honestidade

Temos de ser honestos no que comunicamos. Inventar informação, capacidades e experiência que não temos não é útil profissionalmente, a experiência é algo que não se possa inventar, e fazê-lo não o levará muito longe, além de poder destruir a sua reputação, por isso é importante dizer sempre a verdade.

Ser visível

Faça-se notar. Darmo-nos a conhecer, sermos visíveis, é importante para sermos levados em conta. Para além de ser autêntico, gere empatia com as outras pessoas, consiga que o apreciem da mesma forma que apreciam o que faz.

Mi_marca

Como me torno visível

Para começar, o básico é que tenha uma rede de contatos onde colocar informação e onde o possam encontrar, a si e ao que faz.

Através de relações públicas; conheça as pessoas indicadas; tenha contatos que também sejam referências no que fazem; fale daquilo a que se dedica e que conhece com outra pessoa; ofereça ajuda a outros; isso deixará uma semente na menta das pessoas, que saberão que você existe.

Dê-se a conhecer a grupos de pessoas, seja em conferências ou seminários, partilhe o seu conhecimento, para se tornar uma referência num tema ou profissão.

Utilize as redes sociais como elemento de comunicação, crie um blog ou sítio web, escreva sobre o que sabe, a sua experiência, o que pensa, colabore com outros sítios de conteúdo semelhante.

Elementos que caracterizam a sua marca pessoal

Estas características definem quem você é e como é visto pelos demais, e se diferenciar. Isso depende de:

 Historial

O seu historial é tudo o que viveu profissionalmente ao longo da sua carreira, os lugares e momentos em que trabalhou, os cargos que desempenhou, a forma como vê o mundo, os feitos pessoais e académicos, os seus conhecimentos em geral.

Linguagem

A linguagem engloba o tom de comunicação que emprega, como se expressa com as pessoas ao seu redor, e isso deve ter em conta os seus objetivos para que exista coerência.

Imagem

A imagem inclui a forma vestir com que se apresenta, seja formal ou informal, se utiliza um logótipo (há quem o faça), fotos de perfil nas suas redes sociais. Também o seu nome, pode utilizar abreviaturas ou nomes diferentes, para além de alcunhas.

Quanto às redes sociais, procure se apresentar com o mesmo nome ou username, para que não haja confusões quando é pesquisado, pode até utilizar imagens de perfil iguais ou parecidas para que se saiba que é você.

Presença

A presença inclui os seus canais de comunicação, que são as plataformas onde se apresenta, e elas devem estar de acordo com o que pretende comunicar, podem ser maioritariamente redes sociais ou meios escolhidos por si.

Que benefícios obtenho ao criar a minha marca pessoal? 

My Brand

Recorde os benefícios que podem se apresentar a longo prazo, é toda uma estratégia de posicionamento que lhe permitirá:

  • Ter os olhos postos em si, será uma referência da sua profissão e conseguirá se distinguir dos demais.
  • Ser visto como um líder de opinião no seu meio.
  • Ganhar credibilidade em relação aos temas sobre os quais opina, mas sobretudo em relação à sua pessoa.
  • Alcançar um posicionamento na mente dos seus empregadores. Se trabalha como freelancer, será procurado por mais clientes e alcançará um posicionamento nos motores de busca.

Lembre-se de se preparar para os desafios e trabalhar na sua marca pessoal, com ela conseguirá a chave do sucesso deixando a sua marca e gerando impacto no seu estado profissional, se diferenciando dos demais.


Karina Padilla
Colaboradora de GoSpaces.com.mx, escribe sobre temas de marketing digital y el comercio electrónico.

Deixe uma resposta

MENU
Leer entrada anterior
Businessman removing a wooden card reading Start up from his poc
Aspetos legais para empreendedores: questões jurídicas a ter em conta na sua start-up

Quem nunca pensou em ter uma ideia criativa e revolucionária que nos conduza ao êxito empresarial, que nos torne o...

Cerrar