O que devem aprender os nossos filhos sobre o meio digital?

8competencias digitales_850

Quem tem crianças por perto pode observar como o mundo digital faz parte do seu meio da mesma maneira que faz parte do nosso. Mas saberão desenvolver-se plenamente neste mundo digital? Estarão realmente preparadas? Convenientemente formadas para isso?

World Economic Forum faz as mesmas perguntas e, por isso, elaborou uma lista com oito competências digitais que considera necessárias ensinar aos mais pequenos para que a relação deles com o meio digital seja a melhor possível.

1.- IDENTIDADE DIGITAL

A identidade de cada um e, portanto, o cuidado da sua própria reputação é uma das principais premissas que é preciso incutir aos mais jovens que enfrentam esta sociedade digital. O rasto da nossa presença online tem uma série de efeitos tanto imediatos como a longo prazo que convém saber gerir.

2.- USO DIGITAL

Damos-lhes telemóveis ou tablets para usarem como brinquedos, mas também devemos dedicar o tempo necessário a ensinar-lhes o seu correto funcionamento, onde usá-los, como e quanto tempo, para os fazer ver que deve haver um equilíbrio entre a vida online e a vida offline.

3.- PROTEÇÃO DIGITAL

Este meio é a porta de entrada de diversos riscos (assédio online,  que é preciso conhecer e saber controlar. Por exemplo, o assédio online, grooming, ataques de privacidade…) Assim como o conteúdo pouco apropriado, violento ou obsceno. É conveniente educar neste aspeto para evitar e limitar estes riscos.

8competenciasDigitalesWEF

4.- SEGURANÇA DIGITAL

É preciso educar sobre a capacidade de detetar as ameaças informáticas, como a pirataria ou o software malicioso, para que cheguem a compreender quais são os melhores usos deste meio e que ferramentas de segurança podem ajudar melhor na proteção dos dados.

5.- INTELIGÊNCIA EMOCIONAL DIGITAL

Mais uma vez, o comportamento com os outros, incluindo online, é importante. Será bom gerar empatia e ser construtivo e respeitoso.

6.- COMUNICAÇÃO DIGITAL

Tem que ver com a capacidade de comunicar e agir de forma colaborativa com outras pessoas que também utilizam dispositivos e meios digitais.

7.- ALFABETIZAÇÃO DIGITAL

Além de ter a capacidade de encontrar, avaliar, utilizar, partilhar e criar conteúdo, é preciso que se criar nos mais pequenos a competência do pensamento computacional, ou seja, que aprendam o funcionamento da tecnologia e como modificá-la ou interagir com ela.

8.- DIREITOS DIGITAIS

Este meio também implica a capacidade de compreender e respeitar os direitos pessoais e legais, que incluem os direitos à privacidade, à propriedade intelectual, à liberdade de expressão e a proteção perante expressões de ódio.

Deixe uma resposta

MENU
Leer entrada anterior
RV_Asperger
Realidade virtual como terapia para pessoas com síndrome de Asperger

Muitos especialistas concordam que este é o chamado ano 0 da realidade virtual e o certo é que está a...

Cerrar