Sítios e aplicações para cumprir os objetivos

propositos_850
Visto 3.991 veces

Nós já estão começando a fevereiro e tem certeza de que você fez um monte de promessas para o início deste ano, as promessas de mudar e corrigir maus hábitos: deixar de fumar, atingir o nosso peso ideal, fazer mais exercício… Mas, desta vez, podemos ter um incentivo mais forte dos que as nossas consciências. No mercado tecnológico, começaram a surgir páginas de Internet e aplicações móveis que chegam mesmo a pagar-nos quando cumprimos as nossas metas… ou a cobrar-nos quando fraquejamos.

Inspirados no modelo clássico de incentivos e recompensas definido pela psicologia comportamental, serviços como o StickK, o GymPact ou o 21Habits ajudam os participantes a concentrarem-se no cumprimento dos seus objetivos, oferecendo-lhes um benefício adicional tangível e imediato – muitas vezes efetivo – ou, em caso de incumprimento, impondo uma sanção.

Se a decisão de ficar em boa forma no verão lhe parece algo longínqua, o GymPact, por exemplo, promete premiar os disciplinados com o dinheiro perdido por aqueles que faltam ao ginásio.

Partindo do princípio que as pessoas tendem a ter comportamentos que lhes trazem benefícios e a evitar comportamentos que as prejudicam, estas aplicações propõem-se ajudar-nos a melhorar os nossos hábitos através do reforço positivo ou negativo relativamente à nossa conduta.

Em StickK, o usuário cria um “contrato de compromisso” no qual determina um objetivo e uma sanção para o caso de incumprimento do mesmo. A Internet oferece vários compromissos predeterminados, como perder peso, deixar de fumar ou correr a maratona. Porém, também permite que cada participante crie o seu próprio desafio personalizado.

O fator mais importante é a aposta, o custo – económico ou não – que lhe será imputado se quebrar a promessa. Se optar por uma penalização económica, o usuário estabelece uma quantia e a quem se destinará o dinheiro se não cumprir o combinado: um amigo, uma instituição de caridade ou, para maior motivação, aquilo que o StickK denomina de “anti-caridade”, ou seja, uma organização ou pessoa que odiemos.

Para ter melhores garantias, o participante tem de eleger um árbitro entre os seus amigos ou conhecidos, para que seja o supervisor da aposta. Apesar de esta página ter sido criada nos Estados Unidos, o serviço já se encontra disponível para todos os países.

Em GymPact, o desafio centra-se no exercício físico. Os utilizadores registados formam uma comunidade. Cada um estabelece o número de dias por semana que frequentará o ginásio e determina uma sanção para o caso de faltar (no mínimo, cinco dólares por dia). Com o dinheiro retirado por cada falta, é criado um “fundo comum”, que será distribuído pelos membros que atinjam as suas metas.

O árbitro é um sistema de controlo por geo-localização (GPS). De cada vez que o usuário chega ao ginásio, envia para o sistema a informação de que está a assistir à sessão marcada através de um ato de check-in.

O GymPact funciona a nível internacional e não é necessário que o ginásio esteja registado na base de dados, pois o próprio usuário pode acrescentar um novo centro. De momento, a aplicação está disponível no iPhone, iPod e iPad, mas prevê-se que passe a estar acessível a partir de qualquer dispositivo smartphone em breve.

Com 21Habits, a aplicação mais recente de todas, o usuário faz um pacto de 21 dias e 21 dólares (apesar de funcionar com dólares, pode ser utilizada em qualquer país). Por cada dia em que cumprir o prometido, é-lhe devolvido um dólar; quando isso não acontece, esse dólar vai para a caridade. No caso do 21Habits, não há árbitros designados e a única forma de controlo é a honestidade do próprio usuário.

Deixe uma resposta

MENU
Leer entrada anterior
PupitresManzanas_850
De carteiras e maçãs

No passado dia 19 de janeiro, uma data que muitos de nós recordarão como o dia em que o FBI...

Cerrar