Sou YouTuber!: o melhor caminho para a fama

Old YouTube Icon
Visto 29.974 veces

Não têm vergonha, têm um alto nível de autoconfiança, um inesgotável sentido de humor, aquilo a que se chama “jeito para as pessoas” e grandes doses de narcisismo, mas o melhor é que são todo um exemplo de que se pode viver desfrutando e fazendo o que mais se gosta. São os video-bloggers, vloggers ou YouTubers e conquistaram a máxima audiência do vídeo online.

Começaram por usar o YouTube quase como um jogo, partilhando as suas dicas de beleza, subindo as suas partidas de video games ou fazendo paródias. Hoje, os seus vídeos têm milhares de visitas diárias. São convidados para inúmeros eventos e congressos onde são tratados como gurus e, como se não bastasse, os publicitários os recrutam para que recomendem os seus produtos nos seus vídeos, uma vez que a opinião deles tem uma influência enorme sobre os seus seguidores. Eles geram tanto impacto que se criou o YouTube Partners, um serviço através do qual o canal reparte lucros com os seus YouTubers.

YouTubers famosos há muitos. Contudo, a sua fama, tal como a própria vida, tem muitos altos e baixos, sobretudo na rede, onde é preciso dar tudo por tudo, todos os dias, para não perder audiências.

Hoje em dia, os vloggers que mais subscritores arrecadam são norte-americanos como Smosh (+11 milhões), Jenna Marbles (+ 9 milhões) ou PewDiePie (+10 milhões). Contudo, alguns YouTubers de língua espanhola estão chegando perto destes valores. Neste post, queremos falar sobre os video-bloggers independentes de maior destaque do panorama latino-americano. Queremos valorizar mais a quantidade de talento do que de subscritores, ainda que as audiências sejam um indicador importante e que, na maioria dos casos, as duas coisas andem de mãos dadas.

Na liderança dos YouTubers com mais seguidores da América Latina temos o chileno Hola Soy Germán (8.600.000 subscritores), que nos entretém com o seu peculiar canal de humor e com o qual alcança uma média de 5 milhões de visionamentos por cada vídeo subido. Os YouTubers com mais espectadores que se seguem são os mexicanos, cujo líder indiscutível é o canal Werevertumorro (5.200.000 subscritores), dedicado a fazer rir os seus seguidores. Depois, aparece a primeira mulher, Lady16makeup (3.200.000 subscritores), mais conhecida como Yuya, que explica com muita simpatia centenas de dicas de beleza às suas seguidoras. Outra mulher, CaELiKe (2.400.000 subscritores), triunfa com o seu canal, em que nos mostra diversos aspetos da sua vida quotidiana e nos dá alguns conselhos, do seu ponto de vista, obviamente, para podermos enfrentar diversas situações.

Depois dos YouTubers mexicanos, os vloggers que se seguem na conquista do público de língua castelhana são os gamers espanhóis. Esta é a categoria que, a seguir ao humor e aos conselhos de beleza, mais espectadores atrai no YouTube latino-americano. Subindo vídeos de partidas sem cessar estão: o modo de jogar mais disparatado de ElrubiusOMG (2.600.000 subscritores); os episódios de WillyRex, um gamer que mantém um canal dedicado exclusivamente ao popular jogo Minecraft e outro dedicado ao jogo Call of Duty (cada um dos canais com mais de 1.300.000 subscrições); o canal de Sara (+600.000 subscritores), a moça hardcore gamer mais famosa do YouTube e que vale a pena ver jogando o popular jogo de combate Black Ops.

Como elemento chave dos primórdios do ‘youtuberismo da maquilhagem’, temos de mencionar Isasaweis, uma das pioneiras que começaram a levar a sério essa coisa de subir vídeos com conselhos de beleza, algo que lhe permitiu mesmo aparecer na televisão.

Mas o humor e a simpatia imperam na rede espanhola com YouTubers como JPelirrojo. Cantor e músico, faz sketches de humor, comenta video games e tudo o que lhe vai ocorrendo, porque ele é imparável. O seu melhor vídeo é o seu “Himno del YouTuber” (Hino do YouTuber) e, se você o ouvir, de certeza que vai querer criar o seu próprio canal.

Continuando com a simpatia ibérica, temos de mencionar a Loulogio. Um barbudo capaz de fazer você rir até às lágrimas com os seus sketches ácidos. O mais famoso de todos é o vídeo dedicado à “manta com mangas”.

Na Argentina, o fenómeno dos gamers também triunfa com canais como DrossRotzank (+700.000 subscritores) ou DeiGamer (300.000 subscritores). Mas o humor também faz sucesso lá, como é o caso de Las Crónicas de Alfredo (378.000 subscritores), que também tem um lado gamer em canais como Alfredito Games e Maritobaracus (300.000 subscritores), que fazem uma série de paródias com as quais você vai rir a bom rir.

A vaidade também triunfa na Argentina com os vídeos de Julián Serrano, um jovem que não para de destilar frases e movimentos com os quais conquista constantemente o seu séquito de adolescentes ‘Serranistas’.

Outra área, muito mais séria, em que os YouTubers se movem confortavelmente são os tutoriais do tipo “faça você mesmo” e que se distanciam da crença de que o YouTube é apenas um meio de ócio, convertendo-se num meio educativo. Neste segmento, encontramos a mexicana Craftinggeek (700.000 subscritores), com um canal que nos mostra como fazer um sem fim de trabalhos manuais.

Na Colômbia, temos o caso de JulioProfe (186.000 subscritores), um professor de matemática que publica um monte de vídeos em que nos dá aulas de matemática e de geometria. É um dos canais mais seguidos no país, juntamente com ProblemasPC (75.000 subscritores), que nos ensina uma série de coisas sobre “bricolage” de hardware e software. Estes tutoriais em vídeo são um claro exemplo de vloggers que amam tanto o que fazem que não têm pruridos em mostrar aos outros tudo o que sabem.

Na área dos YouTubers cantores, o universo em que Justin Bieber começou, muitos são os amantes da música que encontraram aqui o seu veículo de promoção para alcançar a fama e que estão bem longe dos primeiros freaks que tornaram a página famosa, como La Tigresa del Oriente ou Wendy Sulca.

Há jovens promessas com excelentes dotes vocais como o cantor espanhol Leroy Sánchez (200.000 subscritores), a jovem cantora uruguaia Jenna Anne (52.000 subscritores), ou o novíssimo grupo mexicano Los Vázquez Sounds (600.000 subscritores), que alcançaram o estonteante número de 109.786.461 visionamentos com a sua versão de “Rolling in the Deep” de Adele.

Combinar o talento para cantar com o efeito cómico também tem lugar no YouTube. É esse o conhecido caso de Xuso Jones (27.000 subscritores), que alcançou a fama com o vídeo de um curioso pedido numa hamburgueria.

Pablo Alborán (130.000 subscritores) e o rapper Porta (198.000 subscritores) são exemplos do efeito de catapulta para a fama que o YouTube representa.

Como é óbvio, nem todos os que estão o são, nem todos os que são estão aqui. Por isso, queremos que você nos diga quais são os seus YouTubers favoritos. E se tiver ficado com vontade de fazer o seu próprio canal, deixamos aqui um magnífico tutorial do blogue “Vidas Virales” (Vidas Virais), onde você poderá descobrir os elementos chave para triunfar com os seus vídeos.

 

Miguel Ángel Corcobado
Departamento de Transformación de PRISA

1 Comentario

  • avatar Rafael Sanchez 14 fevereiro, 2015

    Existen muy buenos Youtubers. A mi personalmente me gusta mucho HolaSoyGerman y el Rubius. Pero existen también canales no conocidos como Thepiltrafastv.

Deixe uma resposta

MENU
Leer entrada anterior
Man Playing Action Game On Digital Tablet
Os melhores tablets para jogar;

Os dispositivos móveis inundam o mercado, mas há uns melhores do que outros para determinadas funções, como por exemplo para...

Cerrar