Transmedia, a evolução da leitura

architetture

Quando éramos crianças muitos de nós tivemos um livro no qual se podia escolher como continuar a história e, de acordo com o que escolhíamos, o protagonista vivia diferentes aventuras. Outros, no entanto, tinham fantoches ou objetos para brincar durante a leitura. Todos eles são a pré-história da leitura enriquecida, também conhecida como transmedia.

Embora faça já muito tempo que as crianças podem tornar-se leitores ativos e interagir com os conteúdos, é agora quando as novas tecnologias oferecem muitas possibilidades. Com a chegada da Internet, a interação tanto horizontal como vertical, está se expandindo através de vários meios de comunicação e dispositivos, atingindo todas as faixas etárias.

A chegada da transmedia evoluiu não só a maneira de ler, mas também se trata de uma experiência interativa que envolve mais criatividade do que nunca no seu desenvolvimento. Existem muitos formatos, telas e dispositivos que além de atingir um público diversificado, também se consegue um maior engagement. Isso implica na ampliação do leque de possibilidades e alternativas para gerar lucros, em comparação com o uso de um único meio, mas também significa mais concorrência no setor.

A tecnologia está se desenvolvendo a uma velocidade vertiginosa e as empresas, especialmente os meios de comunicação, devem adaptar-se rapidamente às novas realidades, pois se não fizerem correrão o risco de se tornar obsoletas, perder usuários ou até mesmo desaparecer. Em muitos casos, uma rápida e correta adaptação às mudanças pode significar o sucesso ou o fracasso do projeto ou do meio de comunicação em questão. Assim, devemos considerar que não basta “enriquecer a leitura”, também é necessário aproveitar o melhor de cada suporte dependendo da finalidade do projeto. Atualmente podemos encontrar exemplos de transmedia em livros, educação, webs, aplicativos, publicidade… até mesmo se cogita a possibilidade na radio.

Em suma, como aponta o produtor especializado neste campo Massimo Martinotti, “a transmedia dá lugar a histórias que no cabem em um único meio de comunicação ou plataforma e tendem a evoluir em direção a várias outras para poder desenvolver-se”.

Patricia Navas-Parejo
Research Staff PRISA Digital

Deixe uma resposta

MENU
Leer entrada anterior
Giant Panda label
Google Panda, o algoritmo que controla a qualidade dos conteúdos

Todos ou quase todos fazemos buscas no Google. É um portal de entrada para os milhões de sítios que existem...

Cerrar