Reinventando o sector da arquitetura?

arquitecturapq

“A crise obriga a reinventar o futuro dos arquitetos”, é o título que estamos acostumados a ver e escutar nos meios de comunicação. A situação econômica atual e suas características em Espanha vinculadas à construção viraram do avesso uma profissão que é frequentemente associada a práticas liberais, vocacionais e até glamorosas pela relação entre arte e técnica. Também por isso, uma profissão enraizada nas práticas do passado. No entanto, existe um grande campo de ação para o arquiteto dos nossos dias.

No panorama sociocultural atual, está acontecendo um fascinante fenômeno caracterizado pelo vertiginoso desenvolvimento das redes de comunicação, e pela configuração do software como principal ferramenta de trabalho de trabalho e, para além disso, como interface para a vida. Não há dúvida que a Internet e as tecnologias de informação alteraram por completos os hábitos das pessoas. No campo da arquitetura, as tecnologias digitais estão transformando o processo de desenho em toda a sua extensão, desde a fase conceptual até à própria construção.

Hoje em dia, utilizar um computador como mero sistema de representação é útil, sem dúvida, mas não é suficiente. As novas Técnicas de Desenho Paramétrico são uma das últimas tendências para profissionais de campos como a arquitetura, o desenho e a engenharia. As vantagens de este tipo de técnica são que permitem modificar os desenhos em tempo real (modificando os parâmetros ou dados) e permitem otimizar os processos de desenho segundo critérios energéticos, estruturais, funcionais, ou outros requisitos de projeto específicos.

O arquiteto já não pode fazer tudo sozinho, o modelo era insustentável, e a situação sofreu um colapso. São necessárias equipes de trabalho multidisciplinares, que deixem para trás o modelo de trabalho do arquiteto do antigamente.

Em relação ao anterior, os softwares mais utilizados nestes processos são, não sua maioria de código aberto, o que é fundamental, já que significa ter o apoio de uma enorme comunidade de criadores e programadores que estão constantemente implementando novas ferramentas, plug-ins e melhorias. Estamos, por isso, perante um sistema baseado na colaboração (pensamento DIY – DIWO: DoItYourself, DoItWithOthers) mais do que na competência.

Imagem do Pavilhão ICD. ITKE, desenvolvido pela equipe de investigação de Desenho Computacional ICD e pelo Instituto de Estruturas ITKE da Universidade de Estugarda

Outra das vantagens dos desenhos paramétricos é que permitem integrar o fabrico digital diretamente no projeto.

Na última década assistimos a uma grande mudança nesse respeito, graças à utilização do computador como ferramenta de desenho. A diferença se deve a poder fabricar objetos a partir de dados numéricos, ou seja, a construção digital. Essa mudança de sistema de produção permite fabricar peças diferentes com a mesma facilidade com que produzimos peças idênticas entre si. Esta nova tecnologia, adaptável e econômica, permite desenvolver produtos em qualquer parte, mesmo em quantidades muito pequenas. Cada elemento pode ser personalizado pelo cliente sem que isso aumente o custo.

Neste sentido, a materialização do mundo digital possibilitado pelas impressoras 3D tem uma das implicações mais inusitadas a nivel econômico, mas também sociocultural: todos somos potenciais construtores, podemos construir em qualquer lugar – se impõe uma deslocalização radical da construção – e levar a cabo um fabrico personalizado.

Os denominados Fab Labs são ateliês de dimensão média equipados com maquinaria de fabrico digital e pessoal muito qualificado, onde se pode fazer (quase) qualquer coisa.

Full Printed from nueveojos on Vimeo.
Este contexto de mudança é o que está modificando a prática atual da arquitetura. É aqui que entra o Ooopart, um estúdio emergente especializado na investigação de técnicas de desenho paramétrico, processos de otimização e fabrico digital.

Consideramos que, nos dias de hoje, é essencial converter a investigação num dos motores principais de qualquer empresa associada à produção arquitetônica. Consideramos fundamental o vínculo entre espaços de reflexão, teoria e crítica e espaços de produção.

No Ooopart, cremos que existe uma necessidade real de melhoria das condições do “construído”, do que está em funcionamento mas não se adapta bem às necessidades reais dos usuários nem aos mínimos de qualidade aceitáveis. Pensamos que a inovação está em reinventar a forma de fazer as coisas, é um desafio, mas acreditamos que é a única maneira de melhorar, tanto o que já está construído como o que se vai construir.

 

Begoña Gassó Palop, cofundadora da Ooopart
Contato: ooocolectivo@gmail.com

 

Referências:

Fab Lab Barcelona

Fab Lab Sevilla

Impressão 3D

Desenho paramétrico

Desenho paramétrico

Comments are closed.

MENU
Read previous post:
Nube
Precisa de espaço? Guarde-o na ‘nuvem’

Vivemos numa era em que os dispositivos são cada vez mais sofisticados, e cuja tecnologia nos permite tirar constantemente fotos...

Close