O corpo de Beckham contra a violência infantil

Por esta altura do Natal, é costume ver uma abundância de corpos bem torneados e atraentes nas dezenas de anúncios de perfumes que inundam os meios de comunicação social. Um dos mais apreciados é o do futebolista inglês David Beckham, cujo torso tatuado aparece em todo o lado. No vídeo de hoje, podemos vê-lo de novo, mas, desta feita, despojou-se das banalidades comerciais que habitualmente o adornam para funcionar como uma tela que ilustra a denúncia da violência infantil que existe no mundo.

A UNICEF escolheu o seu Embaixadora da Boa Vontade, David Beckham, para protagonizar este vídeo de um minuto em que as suas tatuagens se transformam em histórias de crianças fortemente marcadas pela violência. Exemplos animados de infâncias tristes que não se esquecem e que não deveríamos permitir, já que muitas delas têm lugar no seio da família, nas suas próprias casas e escolas e na Internet.

O trabalho deste embaixador singular não fica por aqui. Durante a campanha, Beckham convidou jovens de todo o mundo a responderem a perguntas sobre a violência infantil. Para tal, utilizou a ferramenta U-Report, uma aplicação de mensagens que permitia recolher os dados das crianças. No total, responderam mais de 190.00 “U-Reporters” procedentes de 22 países. Dois terços afirmaram que tinham sido pessoalmente sujeitos a abusos físicos ou verbais o que conheciam alguém que os tinha sofrido.

Porém, há dados ainda mais crus, já que, quando se lhes perguntou quem achavam que cometia atos de violência com mais frequência, uma terça parte disse que era a polícia ou os indivíduos encarregados de impor a lei, 29% disse que eram os seus colegas, 28% respondeu que era um progenitor ou cuidador e 9% disse que eram os professores.

Comments are closed.

MENU
Leer entrada anterior
EL PAÍS no centro da conversa em espanhol na Internet

O Índice Global de Líderes de Opinião (GDI na sua sigla em inglês) acaba de publicar a sua edição anual...

Cerrar