O trono do segundo écran

A televisão traz-me muito boas recordações. A primeira série americana de televisão que acompanhei em Espanha foi Friends, que adorava. A mim, e a muito mais pessoas. Recordo perfeitamente como comentava com os meus amigos e colegas de Universidade as piadas de Chandler ou as peripécias do doutor Geller. Todos nos juntávamos para comentar o que tinha acontecido no episódio da noite anterior. Não podíamos perder um episódio. Todas as noites, cada um na sua sala, desfrutávamos em simultâneo de quase meia hora de puro entretenimento.

Já passaram mais de 15 anos. Agora, algumas coisas mudaram.

  • Existem centenas de canais de televisão e centenas mais de conteúdos. É materialmente impossível ter tempo para ver tudo o que nos interessa na emissão tradicional ou linear. Tecnologias como os DVR e o vídeo on demand tornaram possível, ainda que a emissão linear continue a ser importante, sobretudo nos eventos em direto, que a comodidade de consumir conteúdos quando queremos (ou quando podemos) se converta num fator muito relevante no consumo de entretenimento.
  •  O formato de emissão também evoluiu. Agora podemos desfrutar de conteúdos de alta definição e até ter experiências em três dimensões.
  • Apareceram novos dispositivos para aceder a conteúdos. Dispositivos que são móveis, com os quais podemos consumir conteúdos fora da sala onde via o Friends, e que nos habituamos a usar ao mesmo tempo que vemos televisão.
  • E sobretudo, a Internet. Do meu ponto de vista, a base sobre a qual se cimentam a maioria das mudanças no consumo de televisão, de entretenimento em geral e do comportamento social. A Internet trouxe-nos o acesoo global à informação, educou-nos no imediatismo e demonstrou-nos a importância de partilhar. Ainda para mais, a Internet criou um novo ecossistema de entretenimento: as redes sociais. À conversa que antes se gerava em cafés, universidades ou escritórios com os meus conhecidos e amigos no dia seguinte à emissão de um conteúdo, junta-se agora a que se produz em tempo real com os meus amigos e outras pessoas que gostam das mesmas coisas que eu.

Todas estas mudanças fazem com que a televisão seja agora outra coisa. O espectador tem outras necessidades. Se fosse assim há 15 anos, eu e os meus amigos teríamos podido comentar em tempo real as piadas de Chandler no Twitter, poderíamos ter gravado um episódio de que gostássemos muito para ver mais tarde, poderíamos tê-lo visto a caminha da Universidade no nosso celular para não estarmos desatualizados, poderíamos ter navegado em busca de informação relacionada com algum lugar referido num episódio e poderíamos até ter visto na página oficial do Facebook da série como tinha sido a filmagem, ou enviado perguntas aos atores.

Em Espanha, no Canal+, tentamos nos adaptar a todas estas mudanças, e por isso investimos todos os anos em iniciativas que satisfaçam os nossos espectadores que se transformaram em algo mais: usuários. Este ano, com a estreia da terceira temporada de Guerra dos Tronos a 9 de abril, chega ao Canal+ a aplicação Vive Poniente.

Desenvolvida para smartphones e tablets, tanto para iOS como Android, é a primeira aproximação de Guerra dos Tronos e do Canal+ aos segundos ecrãs.

Através desta aplicação, quem estiver vendo um episódio de Guerra dos Tronos, seja na emissão linear do Canal+1 em Espanha, seja em multidifusão on demand  no Yomvi ou iPlus, poderá ampliar a sua experiência e desfrutar de conteúdos adicionais sincronizados em tempo real e relacionados com o que se está passando no episódio. A aplicação oferecerá informação complementar, vídeos exclusivos, imagens, inquéritos e perguntas, frases de personagens e situação que se vão sucedendo ao longo de uma linha temporal que durará o mesmo tempo que cada episódio.

Terá também um mapa que situará o usuário em cada um dos cenários do enredo de Guerra dos Tronos e que variará à medida que o episódio avance, incluindo os diferentes momentos do dia ou da noite, assim como as alterações climáticas. Tudo isso com a possibilidade de convidar amigos, comentar e partilhar tudo o que se está passando, tanto no Twitter como no Facebook. Para além disso, na secção de vídeos, serão recolhidos os conteúdos adicionais mais interessantes de cada episódio.

Todas estas atividades terão recompensas dentro da aplicação. Dependendo da participação dos usuários, dos seus conhecimentos sobre a série e da atividade nas redes sociais, serão desbloqueados diferentes feitos. Alguns proporcionarão conteúdos dentro da aplicação e outros darão acesso a prêmios exclusivos da série. Para o melhor, uma viagem para duas pessoas a King’s Landing. Perdão! A Dubrovnik, cidade eleita para representar a capital de Leste da série.

Em definitivo, com Vive Poniente, tentamos expandir a experiência de Guerra dos Tronos para que a televisão não seja apenas vista, mas também vivida. A televisão tem de continuar a gerar boas recordações.

Convido-vos a ver Guerra dos Tronos no Canal+ e a descarregar a aplicação. E já agora, a comentar, oferecer sugestões, críticas e melhoramentos.

 

Berni Melero
Diretor de Multimedia do CANAL+

Great product and excellent customer support! Excellent price, prompt shipping, fair shipping price, and delivery right on schedule. . More information regarding generic medications can be found at this link. We can give you a 100% guarantee for it!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

MENU
Leer entrada anterior
Os sapatos transmedia

Queremos contar-lhe uma história com um final feliz. Como seria a história da Cinderela no nosso tempo? O lacaio do...

Cerrar