Trapinhos tecnológicos

casual clothing

Há anos que seguimos, estação após estação, os vaivéns da moda sem outro propósito além de andar mais ou menos bem vestidos e de acordo com o resto do mundo. Mas, agora, a tecnologia entrou no mundo dos têxteis e vestir passou a ter outras funcionalidades, como medir o nosso nível de stresse, carregar o celular ou indicar o caminho que devemos seguir.

Chegou a tecnologia que se veste. Peças de roupa inteligentes capazes de interagir com a pessoa que as enverga e o ambiente que a rodeia através de dispositivos móveis. Um mercado que, de acordo com o Credit Suisse, pode vir a alcançar um valor de 50.000 milhões de dólares em apenas 5 anos e que poderá vender 171 milhões de peças em 2016, de acordo com a IMS Research. Contudo, alguns especialistas avisam que muitas destas peças podem se revelar fracassos comerciais.

Se você gostaria de se vestir de forma tecnológica, dos pés à cabeça, está convidado a assistir ao nosso desfile para ficar ao corrente do que se usa nesta temporada digital.

  • Gorro iMusic Wireless: manterá as suas mãos e bolsos livres enquanto você escuta a sua música favorita. Tem uma bateria incorporada que dura até 8 horas.
  • Camisola antistresse OMSignal: linha de camisolas interiores equipadas com sensores que recolhem informações como o seu ritmo cardíaco, a profundidade da sua respiração e os seus movimentos, para que fique com tudo registado numa aplicação e possa partilhar com os seus entes queridos que mais se preocupam com você.
  • Sweatshirt inteligente BCN2 de Innovalley: inclui uma tela têxtil no peito para mostrar as mensagens das redes sociais que estejam sincronizadas com o seu celular. Tem auriculares incorporados e botões na manga que lhe permitem controlar o iPod ou o iPhone.
  • Relógio Pebble: com um design elegante, transforma-se numa pequena tela que nos liga a tudo o que mais apreciamos na Internet, além de nos dizer as horas.
  • Calças com teclado: com design holandês, fazem parte da coleção Beauty and the Geek e permitem-lhe escrever tudo o que quiser em qualquer e em qualquer dispositivo com Bluetooth.
  • Meias Sensoria de Heapsylon: equipadas com sensores que monitorizam os seus passos, são mesmo capazes de prevenir lesões ou detetar a falta de equilíbrio.
  • Sapatos GPShoes: através de pequenas vibrações, estes magníficos sapatos são capazes de lhe comunicar uma série de coisas que estejam acontecendo no seu smartphone. Uma das mais úteis é indicar o caminho que você deve seguir para não se perder.

  • Óculos Google Glass: não há dúvidas de que se tornarão o acessório mais chique da era digital.

  • Casaco SOS (Stress Outsourced System): se estiver a precisar de uma massagem, este casaco pode resolver a sua necessidade. Obviamente, vai ser preciso que 10 pessoas, usuárias do SOS, respondam ao seu pedido através do dispositivo que se encontra na manga esquerda e que é enviado com o dispositivo presente na manga direita.
  • Camiseta Asoberu-T: do Japão chega esta peça de roupa que afetará toda a gente em seu redor, todos os que tenham celular e a aplicação baseada na realidade aumentada adequada para ver as maravilhas que serão projetadas a partir da ilustração da sua camiseta.
  • Bolsa Youshine: um acessório imprescindível para o seu quotidiano, uma vez que permite, através dos seus painéis solares, recarregar qualquer dispositivo que você leve na bolsa.
  • Anel Geak: criado na China, este anel permite-lhe desbloquear o seu smartphone ou transmitir dados a outros usuários. Um acessório que mostra que a moda não está de costas voltadas à segurança.
  • Pulseira UP de Jawbone’s: monitoriza a sua atividade diária, a qualidade do seu sono e até controla a ingestão de comida que você faz todos os dias. O objetivo é fazer com que você aprenda a se cuidar melhor.
  • Collants Lytess: fabricadas com um tecido micro encapsulado, um dos atuais avanços tecnológicos da indústria têxtil, elas vão libertando progressivamente o sérum de tripla ação incluído nas cápsulas para que a sua pele o absorva e, assim, queime gorduras. É uma grande ajuda na luta contra a celulite.

 

Estes são apenas alguns exemplos de tudo o que está sendo criado no âmbito da tecnologia aplicada à indústria têxtil. Não restam dúvidas de que, num futuro próximo, assistiremos a um autêntico crescimento deste setor e que começaremos a usar assiduamente algumas destas roupas e acessórios.

Entretanto, sugira-nos alguma peça de roupa que já exista ou que gostaria que fosse criada para você.

 

Miguel Ángel Corcobado
Departamento de Transformação da PRISA

Comments are closed.

MENU
Read previous post:
robotPintor
Os androides sonham em pintar quadros?

A robótica está progredindo a passos de gigante. As suas semelhanças com os seres humanos são cada vez maiores. Um...

Close