O Twitter faz 10 anos

buon san valentino [Convertito]

Há 10 anos, falar sobre microblogging era algo desconhecido, mas parecia ser uma boa ideia para a era atual, em que o tempo é a coisa mais valiosa, criar conteúdos em doses reduzidas para que pudessem ser lidos mais rapidamente e também para serem difundidos facilmente. E realmente era uma boa ideia; de facto, trata-se de uma das chaves da revolução social digital da década. Esta ideia surgiu no dia 21 de março de 2006, quando um dos fundadores do Twitter, Jack Dorsey, publicou o primeiro tweet da história, inaugurando assim, além de uma rede social, todo um novo sistema de linguagem comunicativa que conseguiu mesmo popularizar termos como tweet, retweet, hashtag (#) ou trending topic no vocabulário quotidiano. De tal modo que até a Real Academia Espanhola adaptou o termo à língua espanhola com o vocábulo “tuit”.

É possível que a muitos tenha parecido uma maneira absurda de publicar algo, sem poder ultrapassar os 140 carateres, mas, com o tempo, habituámo-nos à linguagem do Twitter e, agora, usamo-la com destreza. Por outro lado, o Twitter também se foi adaptando a novas necessidades, incluindo vídeo, fotos, emojis, GIF e outros recursos gráficos nos seus tweets para enriquecer a experiência do utilizador.

Mais tarde, tornou-se uma fonte inesgotável de notícias, muitas delas enviadas diretamente dos palcos mais representativos da história recente do século XXI. Momentos nos quais o Twitter foi um fator importante para que acontecimentos e notícias como a Primavera Árabe, os movimentos de protesto do 15 de maio ou a crise dos refugiados chegassem a todo o mundo, contados diretamente por testemunhas e protagonistas.

Foi precisamente este caráter informativo ‘diretamente das ruas’ do Twitter que lhe valeu a sua rápida aceitação por grande parte da comunidade jornalística, tendo sido os jornais diários os primeiros a abrir contas e perfis para participarem nesta partilha diária de notícias.

Por outro lado, a sua aceitação pelo mundo das estrelas da música, do cinema, das artes ou da televisão como meio para se aproximarem mais do seu público e fãs fez do Twitter um meio onde é possível entabular uma conversa com os nossos artistas preferidos, sem necessidade de ficarmos à porta dos seus camarins.

Nestes 10 anos, o Twitter também contribuiu com outro indicador que marca o quotidiano do panorama digital, o trending topic, que são as tendências sociais que se estabelecem de acordo com os interesses dos utilizadores em tempo real, ou seja, no momento. O trending topic tornou-se um elemento de grande importância para as marcas e publicistas, porque marca o momento ideal e o tema mais apelativo, caso se escolha bem a maneira, para se aproximar dos potenciais clientes.

E não podemos esquecer o #, que se transformou em muito mais do que uma etiqueta e deixou de ser apenas o indicativo de hashtag para se tornar o símbolo de qualquer tema a que se queira dar certa relevância, não só no Twitter, mas em qualquer ponto da Internet.

Longa vida ao Twitter e que nos traga mais anos de comunicação social.

Comments are closed.

MENU
Read previous post:
Businessman drawing E-mails concept
5 conselhos para fazer mailing de carne e osso

Imersos na era digital, adquirimos uma série de comportamentos que, há uma década, nem sequer imaginávamos. Encomendar refeições ao domicílio,...

Close