Um pouco de SEO. Novidades de pesquisa em motores de busca

As últimas semanas produziram bastantes novidades no mundo dos motores de busca, e duas delas, desenvolvidas pela Google, são as mais significativas: o novo algoritmo “anti-webspam” e o Authorship:

1. SEO: Novo algoritmo do Google “anti-webspam”, Google Penguin

Como sabe, a Google realiza frequentemente mudanças de algoritmo para melhorar a qualidade dos resultados que oferece. A última mudança trata de melhorar a detecção de sítios que não seguem as “guidelines” de qualidade definidas pela Google. Recordamos algumas delas:

  • Cuidar da usabilidade do sítio, a acessibilidade e indexabilidade dos conteúdos.
  • Criar conteúdos únicos e de grande qualidade.
  • Ter sítios muitos rápidos relativamente ao tempo de carregamento.
  • Crias sítios atrativos que gerem links naturais e sinais sociais.

Como tal, a mudança de algoritmo é direcionada a sítios contrários a estas diretrizes, denominados “Black Hat webspam”,  sítios que procuram atalhos para surgir em melhor posição nos rankings do Google. A Google não divulgou os padrões que identificam estes sítios, mas deu vários exemplos de estratégias que não são consideradas ótimas:

  • Keyword stuffing: consiste em invadir uma página com palavras-chave nas quais queremos aparecer nas primeiras posições, exemplo.
  • Sobreotimização SEO: trata de criar estratégias que “agradam” mais aos motores de busca do que aos usuários, deixando de lado a experiência do usuário.
  • Linkbuilding manipulado: conseguir ligações não-naturais, por exemplo, pagando ou trocando ligações de forma artificial.

A mudança se realizará em todos os idiomas, e se estima que afetará 3% das buscas (o Panda afetou 12% das buscas).

2. SEO: Google Authorship

A Google continua trabalhando na identificação de conteúdos originais, criados por editores de conteúdos. Pata tal, criou um projeto chamado Google Authorship, que já foi lançado nos Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, Rússia e Itália, e que chegará na Espanha daqui a um par de semanas.

O objetivo do Google Authorship é mostrar de forma destacada as notícias que sejam de autores reconhecidos pelos usuários. Em concreto, esta funcionalidade permitirá que os conteúdos de autores identificados tenham maior relevância e visibilidade relativamente a conteúdos sem assinatura, copiados de sítios originais ou sem editor reconhecido. Por exemplo, o New York Times já criou:

Resultado no Google SEM Authorship

Resultado no Google COM Authorship

Como pode ver, o tamanho do resultado aumenta cresce e aumenta a sua visibilidade, pelo que as possibilidades de clique são superiores, mais ainda se for um jornalista reconhecido pelos usuários, o que provocará CTRs mais altos no Google. A implementação do Google Authorship é fácil, o processo consiste em criar um tag (rel=author) no html e criar um perfil do Google+ para cada jornalista. Consulte aqui todas as especificações.

 

Edurne Benito Antolín
Group SEO/SEM Manager

 

Comments are closed.

MENU
Leer entrada anterior
Adicione sua mãe

As campanhas de marketing nos meios digitais tendem a ser um sucesso se combinarmos certos ingredientes, como vídeos virais, humor,...

Cerrar