Viver tela a tela

noah

As telas invadiram quase cada minuto das nossas vidas. Esta é a consequência de poder estar conectado 24x7x365 através de diferentes dispositivos, algo que se tornou perfeitamente rotineiro no dia-a-dia dos chamados nativos digitais.

De tal modo isto é uma realidade que a tela do computador de um adolescente se pode transformar no único cenário de uma história de encontros e desencontros que foi galardoada com o prémio de melhor curta-metragem do Festival Internacional de Cinema de Toronto. Trata-se da criação de dois jovens estudantes de cinema, Walter Woodman e Patrick Cederberg, que conseguiram concretizar a sua ideia sem investir um único cêntimo.

A história da curta-metragem começa quando Noah, o protagonista, liga o seu Mac para contactar com a sua namorada e com os amigos através do Facebook e do Skype, uma rotina que acompanha com outras atividades online. A utilização simultânea de várias ferramentas leva-nos por diversas telas e a navegação de Noah transforma-se num verdadeiro exercício narrativo que você não pode perder.

 

Comments are closed.

MENU
Read previous post:
Asia female photographer
O jornalista atualizado: novos meios, novos desafios

A profissão de jornalistas é uma das que mais transformações está sofrendo devido à era digital. Mudanças que se produzem...

Close